Salvador: Bancários em greve e seguranças entram em conflito

650x375_1357930Seguranças de carro-forte e bancários entraram em conflito nesta quinta-feira, 26, na entrada do Banco do Brasil (BB), na Piedade, no centro de Salvador. De acordo com o diretor do Sindicato dos Bancários, Reinaldo Martins, o confronto começou depois que trabalhadores em greve impediram a passagem de seguranças da empresa Prosegur pela porta principal da agência.

Insatisfeito, um dos três seguranças “sacou uma arma e apontou para as pessoas, inclusive clientes”, conforme relata o sindicalista. Os demais funcionários do carro-forte também estavam armados.

“Eles colocaram as armas no rosto de colegas e agrediram com o cano. Um policial que estava no autoatendimento da agência assistiu a cena, identificou-se e disse que a abordagem estava errada, mas eles também apontaram (a arma) para o policial e o agrediram (verbalmente)”, conta Reinaldo.

Após o confronto, os seguranças seguiram no carro-forte, mas foram interceptados pela polícia no Campo Grande. A ocorrência foi registrada na 1ª Delegacia (nos Barris).

A reportagem do Portal A TARDE entrou em contato com a assessoria da Prosegur, mas não obteve retorno até o momento.

Greve dos bancários

Os bancários estão parados por tempo indeterminado desde o último dia 19. Eles pedem 11,58% de reajuste, entre ganho real e inflação, mas os bancos oferecem 6,1%.

Nesta quinta, os trabalhadores fizeram uma assembleia em Salvador e aprovaram a manutenção do movimento. De acordo com Reinaldo, cerca de mil agências estão fechadas na Bahia e Sergipe. (A Tarde)