Salvador debaixo D’agua: Chuva causa morte e desabamento

3bee072992A Secretaria Municipal de Urbanismo (Sucom) vai autuar o condomínio Brisas, localizado na Paralela, por falta de manutenção predial. O muro do edifício desabou na manhã deste sábado (27), sobre dois imóveis da comunidade de Santinha, na região do Trobogy.

Evani Pereira dos Santos, 28 anos, foi atingida pelos escombros do desabamento por volta das 7h30, dentro da residência dela, localizada na rua Procurador Nelson Castro, localizada atrás da faculdade Unijorge. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Não há informações sobre outros feridos. Equipes do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram enviadas ao local para prestar atendimento às vítimas.

RTEmagicC_MuroBrisas.jpgDe acordo com a prefeitura, os moradores da comunidade já haviam sido notificados por agentes da Sucom para sair do local. O processo está no Ministério Público.

Boletim ‘Operação Chuva’
Até as 8h16 deste sábado (27), a Defesa Civil de Salvador (Codesal) havia recebido 13 solicitações de emergência. Foram dois alagamentos de área, um alagamento de imóvel, três ameaças de desabamento de imóvel, uma ameaça de queda de árvore, uma avaliação de imóvel alagado, um desabamento de imóvel, dois desabamentos parciais e dois deslizamentos de terra.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o tempo deve permanecer nublado a parcialmente nublado com chuva esparsa. A temperatura deve variar entre 21ºC a 26ºC.​​​​​​​​​ A Codesal permanece com o plantão 24 horas atendendo às solicitações pelo telefone gratuito 199.

Trânsito
Devido à forte chuva que atinge Salvador desde a madrugada, motoristas tiveram de enfrentar diversos pontos de alagamento no início da manhã deste sábado (27). De acordo com a Superintendência de Trânsito e Transporte em Salvador (Transalvador), os pontos mais críticos foram registrados na Cidade Baixa e na Av. Paralela.

Em frente à megastore Ferreira Costa, motoristas desviaram do grande volume de água pelo canteiro. Também foram registrados alagamentos na Av. Pinto de Aguiar e na D. João VI, em Brotas.

Um trecho da avenida Paulo VI foi interditado após o asfalto ceder e causar um grande buraco no local. De acordo com a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), a faixa foi internidata por volta das 8h após um carro cair no buraco.

Ainda segundo a Transalvador, até as 9h o trânsito seguia lento na região da Calçada devido ao nível da água ainda continuar alto. Nenhum acidente de trânsito foi registrado pelo órgão até as 10h deste sábado (27). (As informações é do Correio 24 Horas)