Salvador: João Henrique deixou dívida de quase R$ 3 bilhões na Prefeitura, afirma ACM Neto

    catsO prefeito de Salvador ACM Neto anunciou ontem que a dívida acumulada da prefeitura é de quase R$ 3 bilhões. Em encontro com a diretoria da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), o gestor disse que a dívida de curto-prazo deixada pela gestão anterior é de R$ 559 milhões e que a de longo prazo gira em torno de R$ 2,4 bilhões. “Vamos verificar a procedência desses compromissos e apresentar um plano de pagamento que vai beneficiar inicialmente os pequenos credores, mas que também vai sinalizar uma perspectiva de pagamento para o conjunto geral”, afirmou. Neto ressaltou ainda que o orçamento de 2013, feito pela antiga gestão, tem um rombo de R$ 520 milhões entre as estimativas de arrecadação e despesa. Por conta do déficit, o prefeito já havia anunciado, no início da gestão, um contingenciamento de 25% dos gastos do município. Para aumentar a arrecadação, Neto deve enviar na próxima semana um conjunto de alterações tributárias para a Câmara de Vereadores. “Não vamos mexer em alíquotas nem majorar impostos. Vamos defender um conjunto de medidas para dar eficiência à arrecadação de tributos”. O prefeito convidou a Fieb a discutir a criação de uma agência de negócios na capital, a Salvador Negócios, para promover a cidade e atrair investimentos. (Correio)