Salvador: prefeito ACM Neto promete realizar grandes projetos

    O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), tomou posse nesta terça, 01, prometendo “trabalhar com paixão pela cidade”, numa cerimônia cercada de símbolos que remetem ao carlismo.

    O democrata prometeu trabalhar por grandes projetos para a cidade. “Arrumar a casa é o nosso compromisso número um. Mas precisamos ir além disso. Um prefeito não pode se contentar apenas em ser um mero síndico”.

    Recepcionado por banda de música e membros do bloco afoxé Filhos de Gandhy – tradições em eventos políticos do avô Antonio Carlos Magalhães, morto em 2007 -, Neto assinou o termo de posse na Câmara Municipal de Salvador num plenário abarrotado de correligionários.

    Foi saudado aos gritos de “ACM voltou”, repetindo o que aconteceu no dia da vitória nas urnas, e agradeceu, com os olhos marejados. Antes disso, chegou a chorar no momento em que foi executado o Hino Nacional.

    Na cerimônia, também foi empossada a vice-prefeita Célia Sacramento (PV) e os 43 novos vereadores.

    Austeridade – No discurso em frente à sede da prefeitura, ACM Neto afirmou que vai fazer uma gestão focada na austeridade, estabelecendo metas e cobrando resultados, mas ponderou que os problemas da cidade “não serão resolvidos da noite para o dia”.

    Ainda disse que não vai tolerar corrupção ou fisiologismo na administração municipal. “O fisiologismo está proibido na prefeitura. Esta história nefasta do toma lá dá cá não pode e não vai ser aceita neste governo”, afirmou.

    Em seguida, destacou que o principal pré-requisito para fazer parte da sua administração é ser ficha-limpa: “Meu compromisso é com a transparência, com a ética, com a austeridade. Quem fizer diferente disso será exonerado, investigado e responderá na Justiça pelos seus atos”.

    Sem citar o prefeito João Henrique, Neto afirmou que não vai governar “olhando pelo retrovisor”, lamentando-se de uma “herança maldita” da atual gestão.

    Família – Neto fez questão de agradecer o apoio da família e lembrar o avô, senador Antonio Carlos Magalhães, morto em 2007: “Certa vez, conversando com meu avô, ele me confessou que nunca se sentiu tão realizado como quando foi prefeito de Salvador. Ninguém pode negar que ele fez uma administração que foi um marco na história desta cidade”, disse.

    Ele afirmou que, assim como o avô, vai governar a cidade com paixão. “Como disse Jorge Amado, ele (ACM) colocou sua paixão a serviço de Salvador. É isso que nosso governo precisa fazer. Trabalhar com paixão para trazer o brilho de volta a nossa cidade”, disse.

    ACM Neto ainda agradeceu ao ex-prefeito Antônio Imbassahy e ao ex-governador Paulo Souto.

    Decretos – O primeiro decreto do prefeito foi assinado nesta terça dando posse aos 12 secretários municipais. Para esta quarta, 02, está prevista a publicação de cerca de 30 decretos, que visam dar austeridade e transparência à administração.

    Os principais decretos vão definir a formatação da estrutura administrativa, reduzir em 20% os cargos comissionados e a aplicação da Lei da Ficha Limpa na ocupação dos cargos da administração municipal.

    Um dos primeiros atingidos pelo decreto da Ficha Limpa poderá ser o secretário municipal de Promoção Social, deputado federal  Maurício Trindade (PR).

    Ele responde a um processo no Superior Tribunal de Justiça por suposto tráfico de influência e pode ser enquadrado na lei, caso seja condenado em segunda instância.

    (Informações e foto do A Tarde Online)

    ....

    COMPARTILHAR