Sargento é executado a tiros dentro de casa em Caldas do Jorro

O sargento da Polícia Militar Pedro Xisto Oliveira de Souza, de 55 anos, foi encontrado morto no fim da tarde de sábado, 08, com perfurações provenientes de arma de fogo no banheiro da residência onde morava em Caldas do Jorro, distrito de Tucano, município do território do sisal.

WhatsApp Image 2021 05 09 at 01.07.04
Caldas do Jorro / Foto reprodução

Segundo informações o militar que antes de ir para  reserva remunerada (aposentado), trabalhou na Central Integrada de Comunicação da PM (CICOM),  recebeu cerca de 9 tiros da arma que pertencia a ele. O assassino fugiu e levou a arma.

Uma guarnição da Companhia de Emprego Tatico Operacional (CETO) da Polícia Militar foi acionada por volta das 17h, mas acredita-se que o homicídio tenha ocorrido horas antes.

Polícia de Euclides da Cunha conseguiu desvendar o crime

A Polícia de Euclides da Cunha município sede do 5º Batalhão PM e 25ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Cooprin) conseguiu desvendar o crime ainda no local, após ouvir a filha do militar de 15 anos e o namorado dela, de 18.

Segundo uma fonte, a princípio a jovem chamou a Polícia e disse que encontrou o pai morto no banheiro da residência, mas após questionamentos ela passou a contar a verdade, citando inclusive que o pai era contra o relacionamento dela com o namorado.

No depoimento o jovem teria dito que encomendaram um criminoso que recebeu R$ 600 pelo serviço. Ele e a namorada foram levados para Euclides da Cunha distante 60 km da Caldas do Jorro.

As investigações prosseguem agora no sentido de identificar e prender o assassino.

Fonte: Calila Notícias