Saúde e bem-estar: 15 alimentos que você pode comer para perder peso

Para perder aqueles quilinhos extras você não precisa necessariamente fazer uma dieta restritiva e passar fome. Existem alimentos que podem ser ótimos aliados neste processo por possuírem propriedades especiais. Entre eles estão os que têm baixas calorias, os que aceleram o metabolismo, os termogênicos (proporcionam aumento ou diminuição da temperatura, exigindo que o organismo gaste calorias para voltar ao normal)e os que dão sensação de saciedade por mais tempo. Fato é que vale a pena colocá-los no seu cardápio diário, inclusive para manter uma alimentação saudável. Confira a lista de 15 alimentos que devem estar no seu prato, garantindo bom resultado na balança e bem estar:

Carnes magras – Importante fonte de proteína, as carnes magras demoram mais tempo para serem digeridas. Assim, o organismo usa mais calorias para a digestão, além de proporcionarem a sensação de saciedade por um período mais longo.

peso
Foto: Pixabay

Salmão – Rico em ômega 3 e proteínas, o salmão está no grupo dos alimentos que também aumentam a sensação de saciedade. O peixe não possui gordura ruim, é ótimo preventivo das doenças degenerativas e do envelhecimento.

Sushi – Excelente opção para refeições completas, o sushi é um superalimento, pois reúne num único prato elementos com baixo teor de gordura, ômega 3, antioxidantes e aceleradores do metabolismo. Além disso, o sushi está disponível em qualquer lugar, mesmo que você opte por pedir comida em casa, é a melhor opção para substituir os “vilões” do fast-food.

Pimentas – Rica em uma substância chamada capsaisina, as pimentas (principalmente vermellhas) aumentam a circulação, ajudando a queimar calorias. Proporcionam também sensação de saciedade, diminuindo o apetite. Podem ser usadas como tempero, mas é importante que sejam frescas (os molhos industrializados contêm calorias na composição).

canela
Foto: Pixabay

Canela – Muito conhecida pela sua propriedade termogênica, essa especiaria secular tem ação anti-inflamatória, antioxidante e melhora a digestão. Além disso, por ser adocicada, permite a redução de açúcar nas receitas. Pode ser usada em chás, sucos e vitaminas.

Chia – No grupo dos grãos, a novidade é a chia. Originária do México e já à venda no Brasil, é excelente pela enorme quantidade de fibras, ômega 3, minerais e outros nutrientes. É um potente aliado das dietas.

Suco de pepino – Um dos legumes mais fáceis de ser encontrado, além de simples preparo. O suco de pepino é um dos alimentos emagrecedores que ajudam melhorar a digestão, pois contém fibras e é diurético.

Café – Contém cafeína que acelera o metabolismo, podendo eliminar até 50 calorias por xícara (sem açúcar).

Frutas vermelhas – Ideais para substituir as sobremesas, uma porção de frutas vermelhas contêm várias vitaminas, potentes antioxidantes, previnem várias doenças, emagrecem e rejuvenescem a pele. A coloração escura traz benefícios contra o fotoenvelhecimento. Excelentes para o preparo de shakes e sucos.

frutas
Foto: Pixabay

Limão – Rico em vitamina C, minerais e antioxidantes, o limão ajuda a desintoxicar e melhora o funcionamento do organismo.

Gengibre – Um dos grandes alimentos termogênicos, acelera o metabolismo, pois possui óleos essenciais que ativam a circulação. Além disso, melhora a digestão e elimina gases intestinais. Pode ser adicionado aos sucos, smoothies e pratos como o sushi.

Chá verde – Famoso por acelerar o metabolismo, o chá verde é um dos mais potentes emagrecedores. Funciona como diurético, elimina inchaços e ajuda na digestão.

morango
Foto: Pixabay

Iogurte baixas calorias – Excelente alimento, rico em cálcio, o iogurte alimenta é ideal para o lanche, inclusive misturado às frutas vermelhas. Dá ao organismo sensação de saciedade.

Repolho – Excelente vegetal para ser adicionado às saladas e sopas. O repolho possui vitaminas, minerais, além de ser excelente para a digestão. Pode ser encontrado facilmente durante o ano inteiro e é de baixo custo.

Aveia – A aveia é um cereal importante para ser incluído na alimentação diária. Contém fibras, aumenta a sensação de saciedade e controla níveis de glicose sanguínea.