Se estou sem mandato hoje, é por causa da minha ousadia, diz Geddel

geddel-465x400O presidente do PMDB na Bahia, Geddel Vieira Lima, que acabou derrotado na corrida ao Senado, nestas eleições, comentou sobre a reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). “Foi uma vitória muito apertada. O país está dividido. Não vi, portanto, grandes comemorações. Eu acho que ficou muito claro que tem pendências, questionamentos do povo brasileiro. Agora é ter cautela e aguardar as medidas da presidente. Vamos ter o ano de 2015 com muitas dificuldades. Agora é ter cautela e quem estiver na oposição, como eu, fazer o que tem que ser feito, fiscalizar”, disse em entrevista a reportagem da Rádio Metrópole.

Ainda durante conversa, o peemedebista comentou sobre a atuação dele nesse cenário.“Vou tocar minha vida com muita tranquilidade. Devo ir à Brasília essa semana. Já conversei com lideranças nacionais do partido. As dificuldades foram feitas para ser enfrentadas. Se não há bem que sempre dure, não há mal que nunca acabe”, afirma.

E continua: “estou tomada de absoluta tranquilidade e serenidade. Se estou sem mandato hoje é fruto da minha ousadia. Não vou parar de lutar. Eu perdi uma eleição, não perdi minha cidadania, nem meu compromisso com meu país. Eu vou estar na trincheira, conversando. Talvez sem tanto destaque, mas trabalhando nos bastidores vou dar minha contribuição”, arremata. (Bocão News)