Secretaria de Saúde de Cansanção pede apoio contra o Aedes aegypti

dengue-combate1O município de Cansanção está sem a quantidade suficiente de larvicida para o combate dos focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e da febre Chikungunya. De acordo com o coordenador de endemias da Vigilância Epidemiológica, Natan, a quantidade mensal fornecida pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia é suficiente apenas para a primeira semana do mês.

A aplicação do produto ajuda a combater a larva do mosquito e evita que ela se desenvolva. O tempo de ação do larvicida é de cerca de 45 dias. Após esse período, o agente deve voltar às casas e fazer novamente o tratamento. No entanto, os agentes de endemias enfrentam problemas para desenvolver os trabalhos.

Devido a situação, a secretaria municipal de saúde pede que as pessoas reforcem as medidas de eliminação dos criadouros de mosquitos nas suas casas e na vizinhança. (ASCOM/PMC)

dengue2
……………………..