Sem alarde e sem dinheiro, times de Juazeiro desbancam a dupla Ba-Vi

    vitoria_juazeiro_540pxA seca castiga o semiárido, mas Juazeiro e Juazeirense formam um oásis no futebol. Os dois times da principal cidade do Norte baiano desbancaram a dupla Ba-Vi e assumiram a liderança dos grupos no estadual, justamente após os resultados de ontem contra Bahia e Vitória.

    Sem alarde, sem dinheiro, sem apito amigo, evidenciam a fragilidade dos principais times da capital e mostram o trabalho que fazem no interior.

    A campanha do Juazeirense, que só perdeu em casa para o Juazeiro e tem 72% de aproveitamento nessa fase, mostra que o time não está a passeio.

    E, na fase de classificação, o Juazeiro já havia sido vice-líder, atrás do Vitória da Conquista, o que lhe deu vaga na Copa do Brasil 2014.

    O jogo
    O primeiro tempo de jogo contou com poucos lances de emoção. O erros constantes de passe fizeram a bola ficar presa no meio-campo. Os goleiros Deola e Marcos Vinícius pouco trabalharam. Aos 12 minutos, Jarbas arriscou de longe, mas sequer assustou o camisa 1 do Vitória. A primeira grande chance só aconteceu mesmo aos 15, quando Maxi Biancucchi recebeu a bola dentro da área e chutou forte para defesa do arqueiro juazeirense.

    Aos 25, o Juazeiro perdeu grande chance de abrir o placar. Kleuber recebeu a bola dentro da área e chutou em cima de Deola. Jailson pegou a sobra e mandou por cima do travessão. O time visitante ainda arriscou com Bruno de fora da área aos 46, mas Deola fez outra grande defesa.

    Na volta do intervalo, o Vitória voltou mais agressivo, mas pouco efetivo. Vander entrou na vaga de Maxi e, aos 12, arriscou da entrada da área e forçou Marcos a fazer a defesa. O Juazeiro insistia nos chutes de fora da área até que deu certo. Aos 25 da etapa final, Bruno marcou um golaço, mandando a bola no ângulo direito de Deola.

    O Tricolor das Carrancas continuou tentando de longe, mas o Vitória acordou e sufocou o adversário em alguns momentos depois dos 40 minutos. Teve cabeçada de Willie, gol incrível perdido por Gabriel Paulista, bola no travessão de Dinei, mas nada adiantou e o Juá sai de Salvador com três pontos na bagagem.

    *Correio