Sem gabinete, prefeito de cidade baiana despacha em escola

    caetano_santana_dario_meiraNão são poucos os prefeitos do interior do estado que reclamam de terem recebido as novas administrações em situação de tal complexidade que situações vexatórias podem ocorrer. No caso do gestor da cidade baiana de Dario Meira, Caetano Santana (PDT), os problemas fizeram com que o gabinete do prefeito fosse obrigado a montar seu gabinete em uma escola da cidade.

    Santana disse que o gabinete original do palácio da prefeitura estava tão danificado que não tinha condições de ser ocupado. Para descobrir o que aconteceu, o alcaide solicitou uma perícia por parte da polícia e só volta para lá depois do laudo e da identificação dos responsáveis. Além da destruição, uma série de documentos estava desaparecida e o prefeito não sabiam quem eram seus subordinados no corpo de pessoal da prefeitura.

    “Precisei recadastrar os funcionários, porque não achei nenhum computador, nenhuma pasta, nenhum fichário”, contou Santana. Devido à desorganização da prefeita anterior, Maria de Fátima (PSD), o hospital municipal fechou as portas e não oferece atendimento e a Secretaria de Educação está em situação irregular, de forma que não pode receber verbas federais. (Bocão News)