Sergio Moro deve aceitar convite de Bolsonaro para ser Ministro nesta quinta-feira (01)

Sergio Moro deve ser o próximo ministro do governo Jair Bolsonaro. Fontes próximas ao juiz e ao presidente eleito garantem que as condições colocadas pelo juiz foram aceitas. O anúncio pode acontecer amanhã, após o encontro os dois no Rio de Janeiro.

Moro assumirá o Ministério da Justiça e da Segurança Pública, uma fusão entre duas pastas que existem hoje. Com isso, a Polícia Federal ficará subordinada a ele. Outra condição era receber o ministério com “porteira fechada” – ou seja, sem qualquer indicação política.

Foto reprodução

As primeiras conversas aconteceram na semana passada, antes do segundo turno. Paulo Guedes esteve com o juiz e, ao longo de toda uma tarde, ouviu o que seria necessário para que o convite fosse aceito.

Bolsonaro e Moro se encontrarão amanhã na casa do presidente eleito, num condomínio na Barra da Tijuca.

O juiz Sérgio Moro terá que pedir exoneração do cargo, se resolver aceitar o eventual convite do presidente eleito, Jair Bolsonaro, para o Ministério da Justiça.

De acordo com a Lei Orgânica da Magistratura Nacional, o pedido deve ser encaminhado ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Por lei, juízes federais têm permissão apenas lecionar em universidades, públicas ou particulares sobre temas de sua área, todos os processos do ex-presidente Lula e de demais investigados da lava-jato passarão automaticamente para outro magistrado.

....

COMPARTILHAR