Sertanejos sofrem cada vez mais com a Seca – Podemos ajudar?

    fotozabeleligado2A interminável seca que atinge o nordeste não está sendo fácil, e quem mais sofre são as pessoas que morram na zona rural.  Como jovem não estava levando à seca a serio, até ter a experiência inédita de ver uma família de quatro pessoas sofrendo as consequências de uma seca devastadora que atinge nosso sertão.

    Tive a oportunidade de acompanhar o dia a dia desta família e presenciei cenas que marcaram minha vida. Você acordar e ter apenas no café da manhã “café com Farinha”, no almoço “feijão sem qualquer outro complemento” e ao anoitecer restar apenas à opção de tomar café com farinha ou comer o “feijão puro” como eles dizem, é algo difícil para aceitar, mas o que mais me chamou atenção foi o fato de a todo o momento durante minha estadia em sua casa eles me oferecerem os poucos alimentos que tinham, e em nenhum momento reclamarem da situação que estão vivendo, moram em uma casinha humilde, sem banheiro, com um piso rústico e sem cadeira para sentar. Sentei no chão com eles, conversamos e fiquei espantada com o sorriso no rosto daquelas pessoas, contaram varias historias, olhava pra eles e imaginava “se eu estivesse aqui, será que a minha reação seria essa”, reclamamos de tanta coisa sem importância e pra eles um arroz uma carne ou um simples gesto mudaria suas vidas. Hoje aprendi que não devemos reclamar de nada, pois o que achamos que e importante às vezes não passa de futilidades…

    fotomarcosalvesTenho apenas 18 anos e choro ao lembrar dessa família, por isso resolvi ajudar, foi então que tomei a iniciativa de ligar para amigos e contar essa historia para que tivessem como reflexão e aprendizado. Pedir ajuda e consegui adquirir alimentos para essa família, eles têm uma renda mensal de apenas 200 reais e ainda com esse dinheiro tem que comprar feijão, farinha e água que devido à seca não tem, os amigos concordaram em dá uma contribuição que às vezes achamos pouco, mas para a família que estamos ajudando significa muito.

    Conversando com outros Jovens pude perceber que assim como eu, todos sofrem muito ao viajar e ver em vários lugares os animais mortos na beira das estradas, ver que por conta da seca está faltando frutas nas feiras. Presenciamos esta semana uma importante mobilização em Ponto Novo, a população fez um movimento comunitário e fechou a estrada com Bananeira e ossos de animais que morreram lá para tentar mostrar aos governos que o povo sertanejo precisa ajuda .

    A seca e injusta, ela rouba do nordestino sua mais valiosa fonte de vida. Arrasa plantações, mata seus animais e deixa seu filho chorando. Ter raiva do Divino? Cobrar das autoridades? Ou quem sabe, largar tudo pra trás. As lagrimas não irão Irrigar o solo, nem trazer de volta os peixes, tão pouco atrair as nuvens. Só nos resta Rezar.
    Ao terminar de ler esse texto saia na rua da sua casa, chame os amigos e convide todos para te ajudar nessa batalha contra a seca, Vá à busca de alimentos para as famílias necessitadas.

    Quero dizer a vocês que não precisamos ser ricos para ajudar, basta querermos ajudar o próximo que conseguiremos.

     Por: Maykinha Dias Para o Portaldenoticias.net (Fotos reprodução Zabele Ligado e Marcos Alves)