Servidores de Uauá realizam paralisação de advertência

greveuauaOcorreu ontem, 09/10, uma paralisação de advertência promovida pelos servidores municipais de Uauá, de todas as categorias, cobrando o pagamento dos salários do mês de setembro. Há dois dias, as entidades sindicais buscavam solucionar o problema com a administração municipal e ontem houve a garantia que seria liberado à noite. Como isso não aconteceu, os sindicatos avisaram a todos os servidores para paralisarem suas atividades até que o município executasse o pagamento. O encontro dos servidores se deu de frente à câmara de vereadores e lá houve pronunciamento por parte do Presidente do SINDSMU, Antônio Marcos, do coordenador da Aplb, Francisco Tavares, e do Presidente da AGMUB, Milton Rodrigues. Os líderes sindicais enfatizaram a falta de compromisso da gestão municipal que pelo terceiro mês seguido atrasa pagamento dos servidores.

Compareceram ainda os secretários de Finanças, Silvio Romero, e de Educação, Jadisson Oliveira, que colocaram que 80% dos funcionários ainda receberiam nesta quarta e o restante ficaria para hoje, ainda na parte da manhã.  Todos os servidores saíram em passeata pelas principais ruas da cidade manifestando sua indignação frente a falta de respeito, parando em órgãos como a Prefeitura Municipal e o fórum local, onde, na oportunidade se conversou com o promotor de Justiça, que se comprometeu em ouvir ainda os servidores de cada secretaria para a adoção de medidas, não só para este mês, mas também para os vindouros. Os proventos, da maioria absoluta dos servidores, foram creditados logo que terminou a manifestação.

“Lamentamos a ausência dos senhores vereadores que se abstiveram de comparecer, e dizer de que lado os mesmos estão, haja vista que há no meio legislativo pessoas que são funcionários públicos, mas que mesmo assim não deram sua contribuição”, declararam os sindicalistas em nota enviada ao Blog do Geraldo José.