Sul da Bahia vive clima de “guerra” e Wagner pede apoio a ministro

RTEmagicC_protestoBR101_REPTVBAHIA.jpgO governador Jaques Wagner oficializou na tarde desta terça-feira (11) ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo o pedido de aplicação do instrumento Garantia da Lei e da Ordem (GLO) nas regiões do sul da Bahia em que ocorrem conflitos de  terra, em especial nos municípios de Buerarema e Una.

Previsto na Constituição Federal, a GLO é utilizado quando situações que fogem do controle colocam em risco a segurança da população. Durante sua vigência, tropas das Forças Armadas assumem a segurança local e passam a ter poder de polícia. Depois de deferido o pedido, haverá imediatamente a mobilização das tropas para o envio à região.

Agricultores e índios tupinambás disputam terras no Sul da Bahia, em conflito que tem se intensificado desde o segundo semestre do ano do passado. Em agosto de 2013, a  Força Nacional foi enviada à região para minimizar os conflitos, mas deixou o local há quatro dias.

RTEmagicC_GovernadorJaques.jpgEm nota, o governador disse que já havia tratado da questão com a presidente Dilma Rousseff. “Repudio qualquer tentativa das partes de fazer justiça com as próprias mãos. O Brasil é uma democracia consolidada.  As soluções surgirão via Judiciário e após muita negociação”, disse o governador.

Conflito
Desde a manhã desta terça, moradores de  Buerarema fecham a BR-101 em protesto pela morte do agricultor Juraci dos Santos Santana, 44 anos, que era líder de um  assentamento na região. Os moradores acusam índios pelo crime. A Delegacia de Una e a 23ª Coordenadoria de Polícia Regional do Interior (Coorpin) foram procuradas, mas nenhum responsável pela investigação foi localizado para comentar o crime, que aconteceu na noite de ontem.

No final da tarde, a situação se agravou ainda mais com a chegada da Tropa de Choque, que tentou conter os manifestantes e fez uso de bombas de gás. Por conta do protesto e dos objetos queimados, além do uso de marretadas em um trecho, há a suspeita de que a estrutura da ponte tenha ficado comprometida e ela deve passar por inspeção nesta quarta-feira.

Fonte: Correio 24 Horas