Taboão da Serra tem madrugada sangrenta com nove pessoas executadas

upload_8232Taboão da Serra na Grande São Paulo, cidade que abriga milhares de baianos das cidades de Cansanção, Monte Santo, Quijingue, Euclides da Cunha e região, teve uma madrugada sangrenta.

Segundo informações da Polícia Civil, sete pessoas foram mortas em uma sequencia de crimes que começou com o assassinato de um Policial Militar de folga, a polícia investiga uma possível ligação entre os crimes. O PM estava a paisana, provavelmente fazendo um bico, em um posto de gasolina na Kizaemon Takeuti, na altura do Jacarandá quando foi executado.

Segundo informação ainda não confirmadas, dois homens teriam executado o policial e roubado a sua arma. Após o crime, os assassinos teriam fugido pela Kizaemon Takeuti em direção a Embu das Artes. Dois PMs que faziam o patrulhamento na região perseguiram os suspeitos e após toca de tiros na rua Babilônia, na cidade vizinha, os dois acusados foram alvejados. Um morreu no local e outro no Hospital Geral do Pirajuçara.

O policial morto foi identificado como Hélio Miguel Gomes de Barros, de 36 anos. Ele estava de folga, tinha 15 anos na corporação, era casado e deixou dois filhos. Ainda não foi confirmado se ele trabalhava no 36º Batalhão da Polícia Militar, mas é quase certo que ele fazia segurança, durante a folga, no posto de gasolina.

Após a morte do policial, uma série de homicídios deixou mais quatro pessoas mortas em três pontos diferentes da região. Os casos estão sendo investigados pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Execuções

A madrugada foi sangrenta na periferia de Taboão da Serra. Em menos de duas horas, seis pessoas foram executadas. Duas das vítimas foram mortas na rua João Antônio da Fonseca, no Pq. Pinheiros, próximo ao CSU. A polícia não soube precisar quantos tiros foram disparados, mas moradores relataram que “foi um banho de sangue”.

Na rua Tereza Montez Sanches, no Jardim Mituzi, um homem, aparentando 20 anos, foi morto a tiros e pendurado no portão de uma residência. A imagem chocou os moradores. No Jd. Clementino, homens encapuzados desceram de um carro e atiraram contra três pessoas na rua Nicolau Gentili, também próximo ao CSU. Uma das vítimas morreu na hora outros dois estão hospitalizados.

No Jd. São Judas, outras duas pessoas foram mortas com tiros na rua Sati Nakamura.

Crimes

O número de assassinato vem crescendo assustadoramente em Taboão da Serra. Entre janeiro e agosto de 2011 foram registrados 10 homicídios na cidade. Neste ano, no mesmo período, o número de assassinatos já chega a 27.

Com informações de Eduardo Toledo do Taboanense