Toyota desenvolve brutal versão da Hilux para enfrentar a Ford Ranger Raptor

As picapes média estão em alta no mercado global e ter uma opção esportiva tem ajudado bastante. A Ford conseguiu um bom resultado com a Ranger Raptor, mesmo que a primeira geração não tenha sido realmente uma versão esportiva – usava o mesmo motor que as demais configurações na Europa. A Toyota sabe bem disso e estaria trabalhando uma nova variante topo de linha, para enfrentar o modelo da Ford.

toyota hilux 2021 desenhos rejeitados
Foto reprodução

É o que diz o site australiano CarsGuide, citando fontes ligadas à marca. A promessa seria de uma “variante off-road topo de linha”, mirando justamente na Ford Ranger Raptor. Esta nova opção para a Toyota Hilux substituiria a versão Rugged X oferecida na Australia, mas com uma série de mudanças que irão além de somente um novo ajuste da suspensão ou um pouco mais de potência, como aconteceu com a Hilux GR-S vendida aqui.

toyota hilux at33 by arctic trucks 2022 01 20220506204200 1600x1066 1
Foto reprodução

Isto porque a Toyota já promoveu algumas alterações na picape vendida na Austrália, aumentando a altura em relação ao solo em 20 milímetros e usando pneus 140 mm mais largos. A suspensão foi modificada, estendendo o braço e a barra estabilizadora dianteiras; um novo ângulo para o amortecedor, melhorando sua eficiência; eixos traseiros estendidos; amortecedores traseiros mais próximos das rodas; e uma nova barra estabilizadora na parte de trás. A Toyota diz que isso aumenta a rigidez em 20%. Ainda tem novos freios a disco ventilados na traseira e discos dianteiros de 17″.

Uma mudança na motorização será necessária para esta possível versão esporitva da Hilux. A nova Ranger Raptor está sendo vendida em diversos países como um motor 3.0 V6 turbo a gasolina, nas variantes de 288 cv e 397 cv. É consideravelmente mais do que a Hilux, até mesmo na finada versão GR-Sport V6 de 234 cv. A Ford ainda venderá uma opção diesel, que teria o mesmo 2.0 turbo, porém seus números ainda não foram divulgados.

Rumores mais antigos, da época em que a Toyota registrou o nome “GR Hilux” no mercado global, apontavam que uma possibilidade seria adotar o novo motor 3.3 V6 turbodiesel do novo Land Cruiser, com 310 cv e 71,4 kgfm. São números mais interessantes, que fariam com que fosse a picape diesel mais potente do mercado.

hilux gr s
Hilux GR-S

Como a Toyota não se posiciona oficialmente, ainda não há informações sobre esta possível versão. A marca tem uma estratégia diferente na Austrália em relação ao resto do mundo, como por exemplo ao não oferecer a variante GR-Sport por lá. E, como o mercado australiano é um pouco próprio quando se trata de picapes, existe até a chance de que seja um modelo desenvolvido somente para o país.

Esta demora para definir o futuro da Toyota Hilux esportiva pode causar um outro efeito, empurrando a variante para a próxima geração da picape média. A fabricante está trabalhando no veículo, testando na Tacoma, versão norte-americana da Hilux, com a plataforma modular TNGA-F e que será lançada entre 2023 e 2024. Adotará uma inédita versão com sistema híbrido-leve diesel e há especulações até sobre uma variante híbrida de verdade.

Fonte: Nicolas Tavares / Motor1