Vai dar medo: Conheça 5 palhaços assustadores da ficção e também da vida real

Não é todo mundo que gosta de palhaços. Na verdade, tem muita gente por aí que simplesmente passa mal se encontra uma pessoa com peruca colorida, maquiagem e qualquer tipo de caracterização “palhaçal” no meio da rua.

Conheça a seguir alguns dos palhaços mais bizarros de todos os tempos:

1 – O palhaço de Wasco

p1

Wasco é uma cidadezinha na Califórnia, nos EUA. Desde o começo deste mês, um palhaço assustador tem deixado os moradores da região com medinho. O bufão misterioso tem registrado sua passagem pela cidade em diferentes pontos, sempre à noite. Ele tira fotos e as publica no Instagram e no Twitter.

Felizmente, depois que as fotos do palhaço começaram a ser compartilhadas e depois que as pessoas começaram a ficar com medo, a verdade veio à tona: trata-se de um projeto fotográfico de um casal que mora na região.

Apesar dos esclarecimentos, há quem não goste da ideia do projeto – imagine que bizarro encontrar um palhaço posando para fotos em algum lugar escuro e à noite? Por outro lado, há quem saia à noite justamente para tentar “caçar” o tal palhaço e talvez fotografar ao lado dele. Além do mais, a tradição do Halloween é levada a sério nos EUA, então a figura de um palhaço maligno à noite acaba contribuindo com o clima macabro do mês.

2 – Pennywise

p2

Conhecido também como O Palhaço da Dança, Pennywise está mais para a concretização dos piores pesadelos humanos. A primeira vez que ele apareceu foi em 1990, quando saía de um bueiro em uma adaptação cinematográfica de Stephen King.

No enredo, o palhaço era conhecido por enganar criancinhas, atraindo os pequeninos para o maldito bueiro, prometendo a eles um mundo de algodão doce, balões e alegrias. Uma vez que as vítimas fossem apanhadas, o palhaço do mal dava continuidade ao seu ritual bizarro e arrancava os braços das pobres criancinhas.

Talvez você já tenha chegado a essa conclusão, mas a verdade é que Pennywise é um demônio que se disfarça de palhaço. As pobres vítimas desse capeta cruel, depois de terem seus braços arrancados, finalmente enxergam o demônio que se escondia por trás desse simpático (?) palhacinho.

No final das contas, o filme recebeu muitas críticas negativas. A atuação de Tim Curry, que deu vida ao palhaço maldito, no entanto, ainda é capaz de provocar arrepios.

3 – Jose Guadalupe Jimenez de Anaheim

p3

Se palhaços de filmes de terror já são capazes de nos assustar, um criminoso de verdade, que também trabalhava como palhaço, consegue nos deixar de queixo caído. Jose Guadalupe Jimenez de Anaheim virou notícia em 2011, quando foi condenado por sequestro e estupro.

Não só os crimes cometidos por ele foram horríveis como o fato de que a vítima era uma garotinha de apenas dois anos só fez piorar a situação desse cara. O criminoso, que usava o nome artístico de El Tin Larin, demorou para ser encontrado pela polícia, e a sua apreensão só aconteceu porque exames de DNA comprovaram a autoria dos crimes, que ocorreram em janeiro de 2002.

De acordo com testemunhas, um homem vestido de palhaço teria sequestrado a criança, que estava em um restaurante um pouco antes da meia-noite. A polícia apreendeu todas as roupas usadas pelo criminoso, que trabalhava em festas infantis, na tentativa de encontrar outras vítimas. Anaheim foi julgado, considerado culpado e condenado, em 2011, a dez anos de prisão.

4 – John Wayne Gacy

p4

Mais um caso de um criminoso que trabalhava como palhaço em festas infantis. Gacy era conhecido por trabalhar bastante e ser uma típica “pessoa de bem” – eis um rótulo cheio de controvérsias, se pararmos para analisar um pouquinho. Gacy era casado, tinha experiências em trabalhos cívicos e desenvolvimento de competências empresariais – olha só que bons exemplos.

Além disso, ele era conhecido em seu bairro por sempre organizar festas divertidas e, com o passar do tempo, acabou desenvolvendo o gosto por se vestir de palhaço. Gacy gostava sempre de trabalhar com crianças e, inclusive, fazia apresentações voluntárias em hospitais. Essa era a imagem social do cara.

O que ninguém conhecia, no entanto, era o lado assassino de Gacy, que em seis anos estuprou e matou pelo menos 33 adolescentes – os restos mortais de quase todas as suas vítimas ficavam no sótão de sua casa. Quando seus crimes foram descobertos em 1978, Gacy passou a ser chamado pela mídia de “killer clown”, o “palhaço assassino”.

O apelido caiu no gosto de Gacy, que mesmo preso e condenado à morte fazia piadinhas sobre si mesmo. No corredor da morte, aliás, Gacy passou a desenhar imagens dele mesmo, sempre vestido de palhaço. Esses desenhos chegaram a ser vendidos – você compraria?

5 – O palhaço misterioso que passeia pelo cemitério


Por mais que palhaços e cemitério não se misturem normalmente, a união bizarra das duas coisas foi vista neste ano, no Green-Wood Cemetery, no Brooklyn. Ainda não se sabe a identidade do palhaço que vagava entre um túmulo e outro carregando balões, mas o fator macabro da coisa já está garantido, com certeza.

A caminhada do palhaço foi flagrada por algumas pessoas que visitavam o local e acabaram filmando a situação. Em um dos vídeos, quando percebe que está sendo filmado, o palhaço foge e se esconde. Ainda que a criatura colorida não tenha feito mal a ninguém, os responsáveis pela administração do cemitério já avisaram que, se o palhaço aparecer lá mais uma vez, ele será expulso do local, até porque, convenhamos: é relativamente medonho encontrar palhaços em cemitérios.

***

E aí, você também tem medo desses personagens caricatos? Conte para a gente nos comentários!

FONTE(S)

IMAGEN(S)