Você sabe a diferença entre vinho branco e vinho verde?

O vinho é uma das bebidas mais apreciadas do mundo, com diversas opções e para todos os gostos. O néctar dos deuses vai bem em várias ocasiões, desde uma reunião com amigos, um jantar, ou até aquele encontro romântico com uma pessoa especial.  

bebid
Fonte: www.pexels.com

E, se você está começando agora a apreciar essa maravilha, deve ter percebido a quantidade de variedades disponíveis: vinhos tintos, vinhos suaves ou secos, espumantes, fortificados…  

Dentre eles, os que mais podem gerar dúvidas, são os vinhos brancos e os vinhos verdes. Você sabe diferenciá-los?  

Principalmente no meio de tantas opções, pode ser difícil escolher o que se adeque ao seu cardápio, então que tal ver algumas diferenças  entre o vinho branco e o vinho verde para não errar na hora da compra?  

Continue lendo, vamos lhe mostrar: 

Vinho verde 

Quando nos referimos a nomenclatura de “vinho verde”, logo pensamos que se trata de uma bebida com essa coloração, mas na realidade o nome não tem relação com a tonalidade do vinho.  

Na verdade, ele se parece bastante com o vinho branco pois ambos são uma bebida clara, brilhante e cristalina. Mas, engana-se também quem pensa que ambos estão relacionados. Afinal, o que de fato é vinho verde?  

Vamos às suas características!  

O termo “vinho verde” está relacionado ao local de origem e não a sua cor. Para que o vinho seja considerado um vinho verde, ele precisa ser produzido no noroeste de Portugal, em uma das 31 Denominações de Origem Controlada (DOC) do país, locais que têm condições climáticas bem diferentes das restantes do país. 

Há uma grande variedade de vinhos verdes, que inclusive podem ser brancos, rosés, espumantes e até tintos!  

Já o nome pode ter relação com a alta acidez e sabor refrescante, que na boca remetem a uvas ainda verdes ou até por ser recomendados consumi-los ainda jovens, o que faz referência às uvas ainda não amadurecidas. Porém, a justificativa oficial é que a DOC, ou seja, o local de cultivo, tem uma linda paisagem esverdeada. 

Vinho branco 

Já o vinho branco, diferente do que muitos pensam, não é produzido apenas com uvas brancas. Podem ser produzidos com uvas tintas, desde que sejam retiradas suas cascas para que não afete a pigmentação da bebida.   

Sua característica mais marcante é a acidez elevada, com aromas florais e frutados bem evidentes. A cor pode variar do citrino até tons de palha e deve ser servido entre 8°C e 12°C e por isso, é recomendável para regiões tropicais, como o Brasil. 

Para produzir vinhos brancos secos, a fermentação acontece até que todo o açúcar presente na fruta, se transforme em álcool etílico.  

Diferentemente do vinho tinto, o branco é servido gelado e acompanha melhor carnes brancas, peixes e frutos do mar. 

Viu só como vinhos verdes e brancos são bebidas diferentes e que na verdade, não há uma relação entre ambos?  

Agora que você já conhece um pouco mais sobre eles, não deixe de experimentar alguns exemplares, aposto que você irá se surpreender!