Wagner reconhece que FHC, com o Plano Real, ajudou Lula a fazer “revolução pacífica social”

O senador Jaques Wagner (PT) foi na manhã desta sexta-feira (19) ao Twitter e disse que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), ao criar o Plano Real, ajudou o ex-presidente Lula (PT) “a fazer a revolução pacífica social que promoveu a inclusão de milhões de famílias”. Ele fez os elogios ao tucano enquanto criticava a gestão Bolsonaro por “extinguir” o Bolsa Família, que será substituído pelo Auxílio Brasil.

R 1
Foto reprodução / BNEWS

“Nunca deixei de reconhecer os méritos do ex-presidente FHC, quando ele criou o Plano Real, controlou a inflação e investiu em responsabilidade fiscal. Isso ajudou Lula, quando chegou ao governo, a fazer a revolução pacífica social que promoveu a inclusão de milhões de famílias”, escreveu o senador petista, no Twitter.

Ao falar do Bolsa Família, destacou que “é um programa prestigiado mundialmente, reconhecido pela ONU e por outras organizações internacionais que cuidam de crianças, da educação etc”. Wagner ainda ressaltou que a ex-ministra Tereza Campello é sempre convidada para relatar essa experiência com a criação do Bolsa Família em países por todo o mundo.

“Por mesquinharia, este governo resolveu extinguir o Bolsa Família. Quando vejo um opositor fazendo algo bom pelo povo brasileiro, eu bato palma. Não é porque meu adversário criou algo bom, que eu vou destruir o que ele fez. Isso é política velha, antiga, pequena”, .escreveu Wagner, que disse a mudança no nome do programa é uma tentativa de “matar a lembrança do povo e o sentimento de gratidão ao presidente Lula”.

Davi Lemos/Política Livre