BC surpreende e eleva juros para 11,25% ao ano em decisão dividida

Por: Aroldo, 29/10/2014 21:42
19 Visualizações


Por Luciana Otoni

BRASÍLIA (Reuters) – Em decisão surpreendente, o Banco Central decidiu elevar os juros nesta quarta-feira, para 11,25 por cento, alegando que aumentaram os riscos para a inflação desde a última reunião em setembro, em um movimento visto por agentes do mercado como sinal de mudança na condução da política monetária.

A decisão, que não contou com o apoio de todos os membros da diretoria do BC, vem três dias depois da reeleição da presidente Dilma Rousseff para um segundo mandato, justamente em um momento em que os agentes econômicos, descontentes com os rumos da economia, buscam sinais de mudança na condução da política econômica.

“É uma surpresa para o mercado, mas é surpresa boa. É sinal de que é decisão para restabelecer a confiança no compromisso com a redução da inflação ao longo do tempo”, disse o economista-chefe da INVX Global Partners, Eduardo Velho.

Em comunicado, o BC disse que a “intensificação dos ajustes de preços relativos na economia tornou o balanço de riscos para a inflação menos favorável”.

“À vista disso, o Comitê considerou oportuno ajustar as condições monetárias de modo a garantir, a um custo menor, a prevalência de um cenário mais benigno para a inflação em 2015 e

2016″, disse o BC em comunicado.

Cinco diretores, inclusive o presidente do BC, Alexandre Tombini, votaram pela elevação de 0,25 ponto percentual, enquanto três votaram pela manutenção da taxa de juros em 11 por cento.

Pesquisa da Reuters mostrou que todos os 43 analistas consultados esperavam a manutenção da Selic.

Desde abril deste ano, quando a taxa passou de 10,75 por cento para 11 por cento, o BC não elevava a taxa de juros, apesar da inflação ter rompido o teto da meta em vários momentos.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumula alta de 6,75 por cento em 12 meses até setembro, maior nível em quase três anos, acima do teto da meta do governo, de 4,5 por cento, com margem de dois pontos percentuais para mais ou menos.

A expectativa é que o aperto monetário continue nas próximas reuniões.

“Decisão de hoje é sinalização de alteração na condução da política monetária. O Copom não deve parar por aí, deve ser o reinício de um ciclo de aperto monetário”, disse o economista-chefe do Espírito Santo Investiment Bank, Jankiel Santos.

O economista-chefe do Banco J.Safra, Carlos Kawal, disse que o BC pode inclusive intensificar o ritmo de aperto nas próximas reuniões. “É possível aumentar o ritmo de alta para 0,5 ponto percentual em dezembro, 0,5 ponto percentual em janeiro e 0,25 ponto percentual na reunião seguinte”, disse.

A decisão também pode sinalizar que o governo irá usar também a política fiscal para conter a inflação, disse Eduardo Velho.

“Essa alta surpreendente indica que possivelmente a âncora monetária e a âncora fiscal serão usadas para combater a inflação e não somente a âncora cambial”, disse, acrescentando que o mercado deve reagir positivamente a decisão.

(Reportagem adicional de Flavia Bohone, em São Paulo)

Brasil: país continental de gente inteligente; Nordeste uma parte do todo

Por: Aroldo, 29/10/2014 18:33
19 Visualizações

Em 2006, na Barra, em Salvador, na reeleição de Lula, na foto o então presidente abraça Aroldo Pinto.


Sou baiano, filho de Itiúba, minha atual morada, fica no centro norte da Bahia, no Sertão, quase vizinho às terras por onde Antonio Conselheiro fez muita lambança, mas deu um grito bem forte dos excluídos do nosso Nordeste, porém o Exército das terras do Sul, da velha Guanabara, massacrou o sonho de liberdade, da coletividade e da igualdade social. Épocas sombrias, onde se cultuava a beleza das Senhoras de Engenhos e as longas cavalgadas dos coronéis que reproduziam a cultura da política café-com-leite. Naquela época, pobre era pobre, sem direito nem a sonhar. O que permeiava nas rodas da pequena casta de bandidos de chibatas e botas, com títulos comprados (de coronéis) ou dados por tubarões da política nacional era o quanto era chique se ter bastante escravos. De lá para cá, muita coisa, materialmente falando mudou, mas a mentalidade continua reticente e no passado, por parte de muitos coronéis das bolsas de valores, de homens que discutem sobre mansões em Mime, fazem reuniões no Wall Street e na Avenida Paulista, mas queixando-se, na visão deles, do alto salário mínimo no Brasil.

Morei e trabalhei em São Pulo no comecinho da década de 90 e não acredito que essa fala burra, absurda parta dos paulistas em sua totalidade. Claro, se verificar com cautela, perceberá que é um sentimento de poucos, que passa para muitos, com pouco esclarecimento ou para indivíduos que ostentam o que não possuem e gostariam de possuir. Vamos medir o cérebro e a conta bancária de Chico Buarque e de Caetano Veloso, e saberemos que não se pode generalizar em nada. Sem querer ser sarcástico, mas sim objetivo, perguntemos a um cara que ganhou e ganha muitos milhões, que deve estar investindo não bolsa de valores, não sei, o Neymar: – quantas obras literárias o mesmo já leu em toda a sua vida, mas não vale Pelezinho, Mônica ou Cascão. Portanto, se o critério for comparar, nos perdemos em exemplos, que só ajudarão o PT e a Dilma. Portnato, nessa guerra virtual, em que todos perdem, devemos dar uma trégua, porque não acredito que um único brasileiro, sequer, dos mais de 200 milhões, queira desmoralizar nossa empresa, símbolo, a Petrobrás, diminuir a importância dos irmãos nordestinos ou paulistas. Ninguém ganha numa guerra fratricida, ainda que seja em ofensas ou palavras. Vamos dar as mãos. Somos fortes JUNTOS. O Brasil unido jamais será vencido.
E se olharmos para o atual exemplo dos EUA, uma das nações mais preconceituosas do mundo, com relação aos negros, de duradoura hegemonia branca na política, eles reelegeram um negro, em que pese que sua avó vive no Quênia, bem perto do ebola, bem perto da pobreza, mas bem longe da riqueza que hoje é o Nordeste. Pense nisso e pare de ser burro, vamos defender o Brasil. Pergunte ao seu professor de História o que representa um negro ser presidente dos Estados Unidos, um operário ter sido eleito por duas vezes presidente de um país que respira o capitalismo e ainda uma mulher ser reeleita presidenta de um páis, aonde mais de 90% dos políticos são homens… Caros irmãos, e logo agora que uma jovem negra da Bahia vai apresentar o seu projeto em Harvard, e a julgar pela sua idade, é a cara do novo Brasil de Lula e Dilma Rousseff que nos enche a cada dia de orgulho.

ITIÚBA: LÍDER POLÍTICO AROLDO PINTO ESCLARECE

Por: Aroldo, 28/10/2014 23:04
23 Visualizações

Wagner, Aroldo Pinto e Lula, em 2010 em Salvador


NOTA DO PRESIDENTE DO PSB DE ITIÚBA – BAHIA

Fico muito tranquilo quando o assunto me leva a explicar o que aconteceu neste pleito p. passado, tanto no primeiro turno quanto no segundo turno das Eleições 2014. Mesmo porque, é bom demais ser coerente toda uma vida, isso eu não abro mão, independente do ciúme, das invejas alheias, da hipocrisia e maquiavelismo dos outros. O importante para mim: tratar todos com respeito, e claro EXIGIR esse mesmo respeito de possíveis opositores.

Aroldo Pinto em sua campanha de deputado estadual, em 2010 com o PT


Para ser mais direto, até sucinto digo, iniciei minha carreira, que ainda está no início, no PC do B, como um jovem militante de 18 anos de idade, à época era ser extremamente ideológico. Mas, sempre observando os movimentos de esquerda, inclusive apoiando um partido que tinha compromisso com os movimentos sociais, com ajuda de intelectuais e de grupos progressistas da Igreja Católica, o Partido dos Trabalhadores, que o meu pai sempre apoiou, e sem interesse pessoal, muito menos corporativo, apenas por ideal. Eu, por consequência estive sempre ao lado do PT. Em 2004 fui candidato a VEREADOR no palanque do PT em Itiúba; Em 2008, fui candidato a VEREADOR no palanque do PT em Itiúba, antes, em 2006 fui candidato a DEPUTADO ESTADUAL no palanque do LULA do PT, em 2010 fui candidato a DEPUTADO ESTADUAL no palanque de DILMA do PT. Mas, como eu sou filiado ao PSB há 13 anos. E olha que o objetivo de fundar o PT em Itiúba, foi combinado, na época com Cecília para ajudar o PT, mas com certa independência e a prova foram as minhas candidaturas para DEPUTADO e até PREFEITO em 2012, quando saí isolado da polarização, fazendo antes de Lídice e Eduardo Campos, a quebra da polarização, tentando fundar uma TERCEIRA VIA viável e honesta para se diferenciar dos demais. Tirei de lição, após tentativas frustradas, em ser uma OPÇÃO HONESTA E VIÁVEL, compreendi que o povo brasileiro não está preparado para eleger, homens de bem, sem estar necessariamente atrelado a empresários e políticos tradicionais. Restando-me colaborar com o poder, por uma construção de uma Itiúba melhor.
O CAMINHO

Aqui, ainda no lançamento do PROJETO da Arena Fonte Nova, mas sempre ajudando o PT


Colaborar da melhor forma possível, dando o melhor de si, para quem se aproxima em ideologia e projetos para mudar a vida de nosso povo. Nossa Itiúba, na política, está abarrotada de hipócritas, o discurso é sempre o mesmo: ‘o social’. Portanto, o que se pretende é tirar quem está no poder e ganha-lo a todo custo. Construí uma HISTÓRIA que atrai as almas puras de nosso país, grande parcela da imprensa, mas não respeitam lideranças políticas com nomes consolidados, apenas infantes da política, que se juntam a velhas raposas, tentando a todo custo usar como um mero idiota, Aroldo Pinto, que após resultado das eleições deste ano, do pleito de outubro de 2014, prova que tem votos cativos, sem sair de casa. Portanto, sinto-me fortalecido, com a resposta positiva do povo nas urnas, mas muito consciente de que o meu lado sempre foi, também sempre será o PT. Foi o que as pessoas sensatas enxergaram. Se você amigo, desavisado, indagar o fato de Aroldo Pinto estar votando no PT, então você é uma BESTA quadrada ou uma pessoa muito mal intencionada. Uma coisa é líquida e certa, NUNCA votei na DIREITA! Vou correr o município para saber o quanto estavam sendo verdadeiros e amigáveis os que disseram que votariam em mim para VEREADOR. E se acharem que sou um bom apoio para prefeito, que os candidatos ao executivo me convençam porque devo apoiá-los.

Aroldo Pinto de Azeredo
Presidente do PSB de ITIÚBA-BA

O grande vencedor do primeiro turno em Itiúba (Ba): O PT, a oposição é Edinho dos Correios o mais forte.

Por: Aroldo, 26/10/2014 01:14
85 Visualizações

Banga foi o grande vencedor do primeiro turno em Itiúba


Em meio a tantas discussões políticas ouviu-se as perguntas que se sucederam: Qual foi o presidente mais votado em Itiúba no primeiro turo? Resposta, DILMA ROUSSEFF 13; e para governador? Resposta, Rui Costa; e para Senador? Resposta, Oto Alencar coligação PT; e para deputado federal? Resposta, Josias Gomes PT; e deputado estadual? Resposta, Cecília PT. Portanto, não há o que se negar o prefeito Banga saiu muito fortalecido nas eleições deste ano, independente do segundo turno, pois ao contrário do que a oposição esperava, Rui Costa, repetindo a saga de Jaques Wagner em 2006, derrotou de modo humilhante Paulo Souto do DEM do clã dos Magalhães que tem agora como principal expoente o ACM Neto, que não demonstrou tanta força assim, pois Rui o venceu em Salvador e Feira de Santana.

Com a descida de Aroldo Pinto para vereador, Edinho é o maior e melhor nome da oposição


ITIÚBA DO FUTURO

Houve nestas eleições de 2014 uma verdadeira corrida atrás do ouro, sendo que o objeto de desejo principal é a Prefeitura em 2016. O mercantilismo e a comercialização da política itiubense foi uma coisa vergonhosa, para Inglês vê, o que empobrece nossa quase falida democracia, não por culpa do PT, mas sim das velhas prática retrogradas de pessoas que bradam o nome do “novo” de modo demagógico, sendo que o objetivo é o poder a todo custo, passando por cima da HISTÓRIA de lideranças políticas locais. Pelo que se nota em todo o município, o único capaz de desbancar o PT em Itiúba, nas próximas eleições é Edinho dos Correios, que mesmo com todas as divisões da ‘oposição’, conseguiu tirar quase todo o eleitor do ex-prefeito Netinho.

DIVISÃO NO PT

Corria uma estória em Itiúba, antes de abrir as urnas, que Cecília se rebelaria e disputaria a prefeitura com o próprio Banga e que a mesma teria mais de 12 mil votos. No entanto, conforme resultado consumado, Cecília além de não se eleger, obtendo menos de 13 mil votos em toda a Bahia, em Itiúba só conseguiu 5 mil votos. Portanto, para Banga o atual prefeito, basta-lhe repetir a estratégia de colocar todo esse pessoal ao seu lado, e Cecília não terá a menor chance. Se Cecília sonha em ser algo na política, o caminho é ficar numa boa com o prefeito Banga, pois é este que está com a chave da prefeitura e a caneta na mão. Tudo indica que, seguindo o exemplo de LULA que apoiou a reeleição de DILMA, Cecília apoie também, a reeleição de Banga.

A FORÇA QUE VEM DE RUI E JOSIAS

Fortalecido com a vitória de Rui Costa e do deputado federal Josias Gomes, Banga, o homem que veio das lutas, do campo, dos movimentos do sem terra, construirá uma base forte para reverter o desgaste que foi gerado a partir da triste HERANÇA do segundo governo de Cecília que foi bem inferior ao primeiro mandato. Mas, acredita-se que Banga fará muito, trabalhando duro para convencer os itiubenses que merece um segundo mandato. Tem muito tempo para conquistar os descontentes de Itiúba. Resta saber se Edinho dos Correios, o único com chances reais, na oposição, de ser prefeito, manterá o seu carisma e aceitação por parte do eleitorado, até o ano de 2016. Quanto a surgir outro nome, pode até ser que aconteça, mas a julgar pelo que se viu nas urnas em 2014, fica quase impossível. A briga vai ser entre Banga e Edinho dos Correios, mesmo. Ah! O Aroldo Pinto? Brigará humildemente por uma vaga na Câmara de Vereadores, pois foi o principal responsável pelo aumento de todas as câmaras do Brasil, nada mais justo do que conquistar uma das 13 vagas.

Aécio critica ida de fábrica para Pernambuco, no nordeste do país

Por: Aroldo, 09/10/2014 14:56
44 Visualizações

Líder político Aroldo Pinto agradece os votos honestos que recebeu em Itiúba

Por: Aroldo, 08/10/2014 01:39
75 Visualizações

Aroldo Pinto, líder político de Itiúba, presidente do PSB local


Venho aqui, em meu nome e de minha família, agradecer os votos que recebi, das pessoas HONESTAS e conscientes de Itiúba. Fui um dos fundadores do PT de Itiúba, cheguei a ser batizado pela freira Cecília do PT, sendo seu afilhado. Poderia ter me beneficiado, mas não fiz isso, sou o mesmo Aroldo Pinto. Mas, quem fez todo o tipo de malandragem tem prestígio e voto. Discordei de algumas práticas do PT, não do PT por inteiro. Não ouvirei pessoas que não votaram e nem votam em mim. Minha opinião será sempre pautada nos meus conceitos e em opiniões de quem verdadeiramente gosta de mim.
Só tenho a agradecer aos que acreditaram em mim e sabe o valor real de um voto. Espera-se que os deputados que garimparam votos em Itiúba façam um bom trabalho para nossa juventude e a nossa população. Sou feliz porque fiz o que o meu coração pedia e não me corrompi para outros deputados de fora. Mas, continuo na luta, com lições tiradas e aprendidas. Agora é me preparar para apoiar um candidato ou candidata no segundo turno das eleições presidenciais. OBRIGADO povo de ITIÚBA por dar tanto valor a minha HISTÓRIA de lutas. Fiquei famoso no Brasil inteiro por defender o projeto da FICHA LIMPA, sou limpo e quero agradecer a todos vocês. Independente de qualquer resultado, sou eternamente grato e amo ITIÚBA do fundo de minha alma.

Aroldo Pinto, 40.777 deputado estadual é totalmente fiel ao 40 de Marina

Por: Aroldo, 26/09/2014 01:15
67 Visualizações

AROLDO PINTO NA TV NESTA QUARTA, DIA 17 DE SETEMBRO 2014

Por: Aroldo, 17/09/2014 00:24
62 Visualizações


Amigos e possíveis eleitores honesto de nossa Itiúba e região norte da Bahia, eu Aroldo Pinto candidato a deputado estadual pelo PSB-REDE, estarei nesta quarta-feira, mais uma vez, no horário político da TV, levando minhas mensagem para toda a Bahia. Espero que vocês atentem para sintonizar nas retransmissora de Televisão de nossa Bahia, pois quem tem parabólica só assiste do Rio e São Paulo. Vamos ouvir as propostas de nossos candidatos, para exercemos melhor o direito de escolha nas eleições que se avizinham, que será no dia 05 de outubro de 2014.

Os horário que será veiculado minha imagem na TV serão 13:00 (TARDE) e 20:30 (NOITE) no programa do PSB, de nossa Eliana Calmon, Lídice e Eduardo e claro nossa presidenta Marina Silva e Beto Albuquerque, do time do nosso 40, o mesmo do povo brasileiro que nos escolherá para governarmos o Brasil com decência.

Marina deve assumir os compromissos de Campos, diz sociólogo

Por: Aroldo, 18/08/2014 16:41
54 Visualizações


Reportagem de Ítalo Nogueira, Folha de S.Paulo (17/08)

Escolhida pelo PSB para disputar a Presidência, Marina Silva terá de “encarnar” compromissos de Eduardo Campos, candidato da sigla morto na quarta-feira (13) num acidente aéreo.

A avaliação é do sociólogo Luiz Werneck Vianna. Para ele, Marina precisa manter os compromissos do ex-governador de Pernambuco para ter apoio dos empresários.

“[Ela pode] dizer que a candidatura original era dele, que eles conceberam a candidatura juntos e agora tem que se fiar mais às convicções dele do que particularmente às dela”, afirmou o sociólogo na sexta-feira (15).
Segundo Vianna, Marina pode atrair os votos dos indecisos e do eleitorado descrente com a classe política.

Folha – Que impacto essa tragédia pode ter na eleição?
Luiz Werneck Vianna – Mudou tudo. Para onde, não se sabe.

Com o nome de Marina confirmado, que cenário o sr. vê?
Ela tem problemas no PSB, tem problemas em setores empresariais, é bem aceita nas camadas médias, como ficou provado em 2010.

Campos era bem aceito pelo empresariado. Acha que ela pode herdar essa aceitação?
Ela vai ter que encarnar o Eduardo Campos. Tem inclusive uma saída honesta para essa encarnação: dizer que a candidatura original era dele, que eles conceberam a candidatura juntos e agora ela tem que se fiar mais às convicções dele do que particularmente às dela. Esse é o maior desafio.

Que outros desafios ela tem?
Demonstrar para a população que [essa encarnação] é verdadeira.

Em 2010 o vice dela era o empresário Guilherme Leal. Não é suficiente para ter aceitação?
Era um nicho empresarial. Não há como imaginar nesta altura que o agronegócio vá escolher o nome dela.

O sr. vê possibilidade de Marina compor com o agronegócio, como fez Campos?
Se ela se convencer e convencer o grande público de que ela não é uma persona singular, mas sim complexa -ela é o legado de Campos-, aí é possível.

A comoção pelo episódio tem impacto [na intenção de voto para Marina]?
Vai ter, mas o problema é saber para que direção. O maior impacto de morte que já ocorreu foi o suicídio de Vargas: em 24 horas mudou o país. Para saber para qual direção haverá impacto, é melhor procurar um mago.

A candidatura de Marina tira mais votos de quem?
Ela pode provocar uma atração forte sobre os indecisos, o pessoal do “não me representa”.

Do movimento das ruas?
Não digo o movimento das ruas, mas algo dessa cultura que vicejou ali pode encontrar expressividade nela, algo que Campos não tinha conseguido. Eduardo era muito terno e gravata, a pauta dele era responsável: economia, desenvolvimento… A pauta da Marina, como ela mesma diz, é “sonhática”.

Atualmente, a candidata que está na frente é a Dilma.
Ela não tem luz própria. Não conseguiu ao longo do governo. Deixou que a presença do outro [Lula] ficasse muito visível no Gilberto Carvalho, Mercadante, Berzoini. Os homens e as mulheres da Dilma são quais? Com quem ela conversa abertamente? É uma solidão política imensa.

Qual é o impacto da morte de Campos sobre a política?
É ruim. Uma liderança jovem. O regime militar não favoreceu o surgimento de lideranças novas. Mas PT e PSDB também não favoreceram. Os quadros diretivos dos dois partidos são homens para além da meia idade. Esses dois partidos se comportaram como uma oligarquia. Principalmente o PT. O monopólio da política ficou restrito ao presidente da República e ao entorno imediato.

Campos conseguiu se descolar desse problema?
De certo modo sim, mas ele tinha o aval do avô [Miguel Arraes, ex-governador de Pernambuco], que abriu a política para ele.

E a Marina?

Ela tem uma trajetória de aventura singular, história de vida particular.

Essa falta de nomes novos preocupa para 2018?
Sim, porque o nome falado para 2018 pelo PT qual é? É o Lula. Não tem quadro novo.

O PT tenta renovar com Haddad, Padilha, Lindbergh…
Haddad era um novo quadro sem luz própria. A emergência de quadros novos é a partir de luz própria, e não vinda de um poste. Padilha não tem. Lindbergh se projetou individualmente. O PT tem vida orgânica? Não tem. Sem isso os quadros não são selecionados. O PSDB também não tem vida orgânica.

Aroldo Pinto é 40.777 e suas lutas viraram notícias em todo o Brasil

Por: Aroldo, 28/07/2014 01:55
99 Visualizações

Pode copiar, imprimir e distribuir. Candidato FICHA LIMPA, mostre que você é um eleitor honesto e consciente:

Panorama Theme by Themocracy