Bahia perde para o Cruzeiro e segue ameaçado de rebaixamento

    72

    A vitória de virada do Cruzeiro em cima do Bahia por 3 a 1, neste domingo, no Independência livrou de vez o Cruzeiro do risco de rabaixamento. O time chegou aos 46 pontos e ocupa a décima colocação. Já o Bahia ainda vive situação perigosa. O time é o 16º na tabela, com apenas três pontos a mais que o Sport, primeiro time dentro da zona de rebaixamento.

    O JOGO

    As boas chances de gol criadas nos primeiros 15 minutos já mostravam que a partida seria movimentada. Fabinho, em cobrança de falta na entrada da área e obrigou Marcelo Lomba a fazer ótima defesa. No escanteio, Anselmo Ramon apareceu livre na área, mas cabeceou o vento. Em seguida, a resposta do Bahia. Gabriel invadiu a área e rolou para a conclusão de Hélder. Fábio apareceu para evitar o gol.

    Os lances incendiaram a partida que ficou aberta. O setor de criação dos dois times acelerava o jogo com lançamentos. Em um deles, Gabriel recebeu no mano a mano, deu um chapéu em Leandro Guerreiro, entrou na área e tocou para Souza, que não conseguiu alcançar a bola. Pelo lado do Cruzeiro, o contestado Anselmo Ramon não conseguia dar sequencia nas jogadas, irritando a torcida.

    O primeiro gol só apareceu aos 28 minutos, em uma falha da defesa mineira. Gabriel cobrou escanteio, Jones escorou para o meio da área, a zaga ficou só olhando o lance e deixou Fahel livre para completar para o fundo da rede. O gol aumentou ainda mais a revolta da torcida que imediatemente entoou o grito de “Burro! Burro!” no Independência.

    Os protestos só foram amenizados quando Éverton arriscou de longe e carimbou o travessão Tricolor. Daí até o fim do primeiro tempo a Raposa pressionou. Duas cabeçadas após cruzamentos de Fabinho levaram muito perigo. Anselmo Ramon tentou se redimir com um chute de longe, mas parou em Marcelo Lomba. A vontade dos jogadores cruzeirenses não impediram os xingamentos da torcida no intervalo do jogo.

    NERVOSIMO NA VOLTA DO INTERVALO

    O segundo tempo começou com os jogadores do Cruzeiro mostrando certo desespero. Após uma dividida Martinuccio caiu dentro da área. Wellington Paulista reclamou tanto de um pênalti inexistente que acabou levando um cartão amarelo mesmo estando no banco de reservas.

    A partida ficou ainda mais agitada quando Fabinho cobrou escanteio, Anselmo Ramon desviou na primeira trave e a bola soboru para Martinucciou fuzilar para o gol, empatando a partida. O Cruzeiro cresceu no jogo e até a torcida trocou os protestos pelo apoio ao time. O único que não era perdoado era Anselmo Ramon. Logo após o empate, o atacante recebeu livre na área mas furou o chute.

    O Bahia sentiu o gol sofrido e não conseguia organizar ataques, muito menos segurar a bola, como fez no primeiro tempo. Enquanto isso, a Raposa pressionava em busca da virada. Aos 22 minutos, a dupla Anselmo Ramon e Martinuccio Funcionou novamente. O atacante recebeu na intermediária e de um belo lançamento para o argentino, que pegou de primeira e mandou no ângulo de Lomba.

    Diferente do que era esperado, a vantagem no placar não acalmou os jogadores do time mineiro. Sandro Silva entrou de carrinho no adversário e acabou sendo expulso. Com um a mais em campo, o Bahia poderia ter crescido na partida se pouco depois o experiente Mancini não tivesse agredido o meia Souza e ido para o vestiário mais cedo também.

    Próximo do fim do jogo, Anselmo Ramon foi substituído por Wellington Paulista. O jogador, que foi vaiado quase sempre que pegava na bola, saiu de campo aplaudido pelas duas assistências. Para completar a festa da torcida, a Raposa marcou o terceiro. Martinuccio cruzou e Marcelo Lomba saiu mal. William Magrão pegou a sobra fora da área e encobriu o goleiro, fechando o placar.

    PRÓXIMOS JOGOS

    Na próxima rodada, o Bahia precisa vencer o Náutico, domingo, em Pituaçu, para fugir de vez do rebaixamento. Enquanto isso, o Cruzeiro terá a difícil missão de encarar o campeão Fluminense, também no domingo, no Engenhão.

    (Informações do Lance)

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR