Bandidos explodem seis caixas eletrônicos em agências do interior do estado

    81

    Seis caixas eletrônicos foram explodidos em agências bancárias na madrugada desta segunda-feira (3) em duas cidades do interior do Bahia. A primeira ação dos criminosos aconteceu no Banco do Brasil da cidade de Pindobaçu, que fica a 414 quilômetros de Salvador. Segundo a polícia, cerca de 10 homens participaram do arrombamento que resultou na explosão de quatro caixas eletrônicos no Banco do Brasil.

    O crime aconteceu por volta das 2h, na agência que fica na Praça Pedro Luis, no centro da cidade. Segundo a polícia, um pedestre que passava pela rua, no momento do roubo, foi feito refém durante toda a ação. Parte do grupo ficou dentro de um carro preto com o rapaz, enquanto outros quatro homens armados explodiram os equipamentos.

    Ainda segundo a polícia, a ação dos bandidos durou 20 minutos. Eles liberaram o refém e fugiram em seguida. A polícia ainda não confirmou se os bandidos conseguiram levar o dinheiro dos caixas de autoatendimento.

    Uma equipe da Polícia Civil foi encaminhada para o local para fazer a perícia nos equipamentos. Até o momento ninguém foi identificado ou preso.

    A segunda explosão aconteceu no Banco Bradesco na cidade de Chorrochó, a 493 quilômetros de Salvador. De acordo com a polícia, o crime aconteceu por volta das 2h30, na Praça do Cruzeiro, no centro. A população ficou assustada com o barulho dos explosivos e acionou a polícia que, ao chegar no local, encontrou a agência parcialmente destruída e os bandidos fugindo em um carro de cor prata.

    Segundo informações da delegacia da cidade, na fuga os assaltantes atiraram na viatura, mas os policiais não revidaram por conta da quantidade de pessoas que havia na rua no momento do crime. Em seguida, a polícia fez novas buscas, mas não localizou os bandidos.

    Eles fugiram levando o dinheiro de dois caixas de autoatendimento da agência. As imagens do circuito de segurança do banco serão entregues à polícia para ajudar na identificação dos assaltantes. A polícia ainda não prendeu ninguém. (Informações do Correio)

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR