Governo construirá 15.655 estruturas hídricas no semiárido

    84

    O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), firmou convênio, nesta sexta-feira (26), com as entidades vencedoras do edital para desenvolvimento de ações do Projeto Mais Água. Com recurso de R$ 135,9 milhões, a chamada pública, que deverá ser executada até 2014, vai construir 15.655 estruturas hídricas, que vão proporcionar acesso e utilização sustentável da água da chuva para 21.235 famílias baianas em situação de insegurança hídrica, alimentar e nutricional, em 135 municípios do semiárido.

    Durante a cerimônia, realizada no auditório do Serviço Federal de Processamento de Dados, a secretária Mara Moraes ressaltou o compromisso conjunto entre os governos estadual e federal para a universalização do acesso das famílias do semiárido à água. “Com nossos esforços, vamos criar uma nova forma de conviver com a seca”. Terão acesso os povos e comunidades tradicionais, pertencentes a assentamentos de reforma agrária, assim como os cadastrados no Cadúnico ou em processo de Busca Ativa.

    As 24 entidade selecionadas construirão sete tipos de estruturas hídricas para captação e armazenamento de água de chuva, a exemplo do barreiro trincheira familiar, barreiro trincheira comunitário, cisternas de enxurrada, bomba popular, tanque de pedra, barragem subterrânea e limpeza/aprofundamento de aguadas.

    MOC

    Para o secretário executivo do Movimento de Organização Comunitária (MOC), Naidison Batista, uma das entidades que venceram o edital, o convênio vai gerar a autonomia das famílias, garantir a segurança alimentar e nutricional, além de viabilizar as condições para a convivência com o semiarido. Com 45 anos de experiência na execução de ações para convivência com o semiárido, o MOC vai implantar as tecnologias nos territórios de identidade Portal do Sertão e Vale do Jacuípe.

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR