Maluf terá de devolver R$ 46 milhões aos cofres públicos

    83

    O ex-prefeito de São Paulo, Paulo Maluf, foi condenado pela Justiça britânica a devolver US$ 22 milhões, o equivalente a R$ 46 milhões, aos cofres públicos brasileiros.

    A Corte Real de Jersey, famoso paraíso fiscal, concluiu que empresas ligadas ao político possuíam dinheiro depositado na ilha, cuja origem seria de desvios da obra de construção da Avenida Água Espraiada, hoje chamada de Jornalista Roberto Marinho, na zona sul da capital paulista. Na época da construção, a cidade era administrada pelo sucessor de Maluf, seu afilhado político Celso Pitta. Com notas fiscais frias, foram pagos US$ 10,5 milhões a mais para a construtora Mendes Júnior, que liderava as obras da avenida.

    Em 2009, advogados da Prefeitura solicitaram oficialmente à Justiça da ilha britânica a repatriação de US$ 22 milhões, o que levou à abertura da ação. (BN)

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR