Morre em São Paulo o ex-jogador baiano Alex Alves

    278

    O futebol brasileiro está de luto. Morreu na manhã desta quarta-feira (14), em São Paulo, o ex-jogador de futebol, revelado pelo Esporte Clube Vitória, Alex Alves natural de Campo Formoso-BA. Famoso por ser um dos grandes artilheiros da década de 1990 e por comemorar seus gols com golpes de capoeira, Alves passou os últimos anos lutando contra a leucemia. A causa para morte do ex-atleta não foi informada.

    Alex Alves, tinha 37 anos, e passou o mês de outubro internado no hospital Amaral Carvalho, em Jaú, no interior de São Paulo, para um tratamento contra a doença. O hospital, que é referência no tratamentos contra câncer, a pedido do jogador e de sua família, não deu informações sobre o atendimento e não confirmou se o jogador teria sido submetido a um transplante de medula.

    Alves não defendia um clube profissional desde 2010, quando vestiu a camisa do União Rondonópolis, do Mato Grosso, mas nunca chegou a anunciar o fim de sua carreira. Revelado nas categorias de base do Vitória, Alex se destacou não só pelo bom futebol, marcado por arrancadas velozes e oportunismo na área, mas também pelos cuidados com a beleza, que o transformaram no primeiro jogador brasileiro a ser reconhecido como “metrossexual”, na linha do craque inglês David Beckham.

    Além do Vitória, defendeu também Palmeiras, Portuguesa, Cruzeiro, Hertha Berlim, Atlético-MG, Vasco, Boavista, Fortaleza, Kavala, da Grécia, e União Rondonópolis. No currículo, tem a Libertadores de 1997, pelo Cruzeiro, e o Brasileiro de 1994, como reserva do Palmeiras, além dos vices nacionais por Vitória, em 1993, Portuguesa, em 1996, e Cruzeiro, em 1998. Apesar de ter feito muito sucesso e ganhado dinheiro em sua carreira Alex passava por dificuldades financeira.

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR