Novos servidores reforçam o quadro de profissionais de saúde do Estado

    75

    Cerca de 800 profissionais aprovados em concurso público realizado pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesab) em 2008 tomaram posse nesta segunda-feira (3), no Hotel Fiesta, em Salvador, com a presença do governador Jaques Wagner e do secretário da Saúde, Jorge Solla. Eles foram integrados ao quadro de funcionários e farão parte da rede do Sistema Único de Saúde (SUS).

    As equipes são formadas por assistentes sociais, enfermeiros, farmacêuticos, farmacêuticos bioquímicos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, médicos, nutricionistas, odontólogos, psicólogos, reguladores de assistência em saúde, sanitaristas, terapeutas ocupacionais e técnicos de enfermagem, patologia clínica e radiologia.

    “É uma honra trabalhar para o Estado. A gente sempre procura o melhor e esta é minha área (saúde pública), e trabalhar pelo SUS vai ser ainda melhor”, disse a enfermeira contratada Marília Cardoso de Santana.

    De acordo com Solla, as unidades maiores, como o Hospital Roberto Santos e o Hospital Geral do Estado, em Salvador, e o Clériston Andrade, em Feira de Santana, vão receber mais profissionais. “Vamos acolher agora no Roberto Santos 300 novos servidores, e com isso poderemos proporcionar aos usuários do SUS um melhor atendimento e um processo mais humanizado”, afirmou o diretor administrativo do hospital, Lerley Ladeia.

    Nos últimos cinco anos, aproximadamente 8.700 novos servidores da área de saúde foram convocados por meio de concurso público na Bahia. A estabilidade financeira e o aumento dos salários, que variou de 88,7% a 215,2%, foram os atrativos para os profissionais, como ressaltou o sanitarista Rafael Gomes Ramos. “O concurso público é vantajoso, dá mais tranquilidade para o trabalhador, que pode planejar melhor a vida, principalmente porque dá possibilidade a todos que através do estudo podem conseguir uma vaga”.

    Para o governador, esta é mais uma etapa que vai aumentar o quadro de vagas, inclusive substituindo os postos de trabalho ocupados pelos temporários. “Ampliamos bastante o quadro, substituímos as pessoas do Reda para esses segmentos. Nesse concurso, a previsão era contratarmos 700 e já foram integrados mais de seis mil”.

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR