Paula Fernandes perde o direito de administrar a própria carreira

    46

    A cantora Paula Fernandes perdeu o direito de administrar a própria carreira. A ação foi movida  pela empresa Talismã, de propriedade do cantor Leonardo, que divulgou a informação por meio de um comunicado oficial à imprensa. A decisão é do Tribunal de Justiça de São Paulo.

    A sertaneja não pode agendar os próprios shows e tomar conhecimento das transações comerciais relacionadas próprio trabalho. “Todo e qualquer contrato artístico envolvendo a cantora Paula Fernandes deve ser estruturado ao amparo do contrato firmado com a Talismã Music”, declara a empresa.

    A assessoria de imprensa de Paula Fernandes afirma que ela pretende cumprir o contrato até o dia 11 de novembro de 2012, data anexada ao processo. A partir de então, a carreira da cantora ficará a cargo da Jeito do Mato, da qual a sertaneja é proprietária. Entretanto, a Talismã afirma que o contrato tem validade até o dia 24 de fevereiro de 2014. (Correio)

    ....

    Veja Também

    COMPARTILHAR