100 mil mortes por covid-19: Conselho chama Bolsonaro de “Genocida”

O Conselho Nacional de Saúde (CNS), órgão ligado ao Ministério da Saúde, responsabilizou o presidente Jair Bolsonaro pelas 100 mil vidas perdidas para a Covid-19, marca atingida neste sábado (08).

covid brasil
Foto reprodução

Em nota, o presidente do Conselho, Fernando Pigatto, afirma que o número é de responsabilidade do presidente Jair Bolsonaro.

“Todas as vidas importam. Nós não podemos deixar de registrar este triste momento da história do nosso país, fruto da irresponsabilidade criminosa e genocida do presidente da República e seus seguidores”.

“Forte ‘abraSUS’ a todos e todas amigos e familiares de pessoas que perderam suas vidas. Por elas, continuaremos lutando”, escreveu Pigatto.