Aos 99 anos, o eterno Seu Peru fala dos novos projetos e conta o segredo da vitalidade

Aos 99 anos e cheio de vitalidade, Orlando Drummond, o eterno Seu Peru da “Escolinha do Professor Raimundo”, não pensa em aposentadoria. Ele rodou recentemente uma participação no filme “De perto ela não é normal”, estrelado por Suzana Pires. O longa, dirigido por Cininha de Paula, tem estreia prevista para o ano que vem.

– Foi um prazer muito grande poder fazer cinema novamente. Me senti prestigiado e acolhido por toda a equipe. Interpretei um marinheiro, um papel pequeno, mas bastante significativo para mim – afirma ele, que diz ter diminuído o ritmo de trabalho. – Hoje estou mais focado na vida familiar. Adoro passar meu tempo com meus filhos, netos e bisnetos. Continuo dublando, mas não é algo tão frequente.

Foto reprodução

Drummond, que fez grande sucesso também com a dublagem de personagens como Scooby Doo, gravou ainda uma participação na série documental “Viver do riso”, apresentado por Ingrid Guimarães no Viva:

– Ingrid é uma pessoa muito querida. Levou a entrevista de uma maneira leve e descontraída. Falar de humor é falar sobre uma parte importante de quem eu sou e da minha vida.

Drummond conta que acompanha os programas de comédia atuais, principalmente os exibidos pela TV Globo, incluindo a nova versão da “Escolinha do Professor Raimundo”.

– Acho maravilhoso, uma bela homenagem para todos os artistas que fizeram parte do projeto original. O Marcos Caruso está ótimo, dando um show como Seu Peru. Dou o ‘maiórr apoio’ – brinca.

Sobre o fato de chegar aos 99 anos com tanta saúde e disposição, ele dá a receita:

– Sempre digo para as pessoas o seguinte: a palavra mais próxima de amor é humor. Acho que esse é o segredo. Também me alimentei bem e nunca cometi exageros. Isso contribuiu, com certeza. Além disso, fui atleta quando jovem, era remador.

O ator fará aniversário em outubro de 2019.

– Estou ansioso com certeza. Os 99 só estão aí para eu chegar aos 100, com muito amor e alegria – afirma ele, que se diz satisfeito com sua trajetória. – Tudo o que era para ser meu veio para mim. Acredito muito nisso. Não tenho do que reclamar. Sou grato demais.

....

COMPARTILHAR