Após 8 anos de união, mulher tem casamento anulado por continuar virgem

ERJXPB Woman trying to kiss a man and he is rejecting her outdoor in a parkUma mulher foi ao tribunal e pediu que o seu casamento fosse anulado devido ao fato de ela continuar virgem, mesmo tendo ficado casada por 8 anos. Ela alegou que seu marido não tinha interesse em sexo.

Segundo a esposa, o casal só tinha contato mais íntimo uma vez por mês durante apenas dois minutos, sempre em um domingon, cerca de 10 horas da manhã e nunca envolvendo relação sexual completa.

Os dois se casaram em 2000 na República de Malta após um curto relacionamento e na época nunca ficaram a sós, pois sempre estavam acompanhados pelos pais da esposa.

Depois de sete anos e meio a mulher disse ao tribunal que estava pronta para ter filhos e ainda trouxe até a fertilização in vitro, mas seu marido fez desculpas para não ter sexo, como sendo ocupada com o trabalho.

Ela fez tudo pelo marido inclusive tentou várias técnicas para fazê-lo “funcionar”, mas ele não gostou nada disso, alegando que não era “nada de especial” esse tipo de erotismo por parte de uma mulher.

Quando as coisas chegaram ao limite da tolerância, a mulher foi a um conselheiro matrimonial. Ela alegou que o marido precisava de ajuda psiquiátrica para suas fixações perfeccionistas.

Durante a relação, ela sofreu emocionalmente porque o marido se recusou a assumir qualquer responsabilidade e até mesmo levou seu pai ao longo de reuniões de separação.

Segundo o jornal, o médico deu provas de que o casal era fértil, mas “o ato sexual não estava sendo realizado como deveria ser.”

Revoltada, ela pediu divórcio e o tribunal aceitou declarando seu casamento nulo.

As informações são do Jornal Inglês Metro