Artista turco mescla imagens que mostram o drama da desigualdade social

O artista contemporâneo Ugur Gallenkus publica em seu Instagram fotos que contrapõem duas realidades em um único mundo. Este é o ponto de partida para as imagens fortes que se fundem mostrando os contrastes dramáticos e as desigualdades que regem o mundo atual.

plenonews imagem7 1 ugur gallen
Foto reprodução/Facebook Ugur Gallen

Radicado em Istambul, na Turquia, a intenção do artista de 29 anos ao fazer as colagens digitais é provocar reações e chamar atenção para o drama das guerras, das injustiças, da ganância e da pobreza. Ele escolhe fotos do dia a dia como, por exemplo, a de turistas se divertindo no mar e a de imigrantes vagando pelo oceano para fugir de conflitos.

plenonews imagem7 2 ugur gallen
Foto reprodução/Facebook Ugur Gallen

Gallenkus iniciou este trabalho em 2014, ao presenciar os conflitos no Oriente Médio. “Assisti a guerra no Iraque e na Síria bem de perto, uma vez que são países vizinhos da Turquia”, explica. “Vivo num país que é zona de passagem de milhares de refugiados que tentam alcançar a Europa, em busca de uma vida melhor, de paz e de um futuro. É impossível ignorar o que se passa.”

Ele deseja que sua conta de Instagram, com 750 mil seguidores, seja uma ferramenta para “por o dedo na ferida” das questões que separam os seres humanos. “No Ocidente, existem pessoas que vivem estilos de vida luxuosos, que desfrutam de um ambiente de paz e que revelam pouca preocupação com o desperdício”, disse. “Eu quero relembrar o Ocidente de que há partes do mundo onde reinam a dor, a fome e a guerra. E quero lembrar aos países do Médio Oriente que é possível encontrar melhores governos, que invistam efetivamente na Educação e na Ciência.”

plenonews imagem7 3 ugur gallen
Foto reprodução/Facebook Ugur Gallen

O artista digital já fazia alguns trabalhos específicos, mas direcionados ao público turco. Ele explica que iniciou a nova série quando viu uma imagem de uma criança que morreu afogada no Mar Egeu, entre centenas de pessoas que tiveram o mesmo fim. “Navego por galerias de imagens de agências de notícias durante horas”, contou. “Existirá uma foto, entre todas, que vai me inspirar e me fará criar um novo díptico.” Assim o fez nos últimos dois anos.

De acordo com a ONU, entre as nações mais ricas do mundo estão Noruega, Suíça, Austrália, Alemanha, Islândia, Irlanda, Suécia, Holanda, Dinamarca, Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Nova Zelândia, Áustria e França.

Entre as mais pobres constam Afeganistão, Angola, Bangladesh, Camboja, República Democrática do Congo, Etiópia, Gâmbia, Madagascar, Nepal, Senegal, Libéria, Somália, Tanzânia, Uganda, Zâmbia, Serra Leoa, Haiti e Iêmen. Além da pobreza, atualmente muitos países têm conflitos armados em curso, o que gerará mais tragédias, miséria e instabilidade.