Curso de enfermagem: descubra se esta é a sua profissão

Cuidar e gostar de pessoas são atributos primordiais para o profissional da enfermagem. Este campo da saúde tem crescimento e se valorizado, permitindo boa remuneração para os profissionais. No entanto, o perfil de quem vai atuar nesta área mostra que não é um campo a ser explorado por todos. Afinal, é preciso ter paciência, simpatia, sensibilidade, bom equilíbrio emocional e gostar de estudar. O curso de enfermagem pode não ser tão disputado como o da medicina, mas é igualmente complexo e rico em conteúdo.

A profissão de enfermeiro está em alta porque há muitos postos de trabalho a serem preenchidos, uma vez que, como dissemos, não se trata de um perfil facilmente encontrado. Grande parte destas oportunidades, aliás, está no interior, oferecendo possibilidades de ascensão de carreira maiores do que as encontradas em grandes centros urbanos.

Curso de enfermagem

Quem faz curso de enfermagem na faculdade tem uma atuação vasta no mercado de trabalho. Isso porque é um profissional exigido nos mais diferentes setores da saúde, como clínicas, hospitais, lares de idosos, empresas, escolas e ambulâncias. Sem contar os serviços de atendimento médico domiciliar, os chamados Home Care.

No entanto, este é um campo possível, também, para quem não escolhe a graduação superior. Isso porque a lei federal 7.498 institui ainda as carreiras de técnico e auxiliar de enfermagem. A diferença entre estes três grupos de profissionais está na complexidade do atendimento.

Quem faz curso de enfermagem na faculdade estuda durante cinco anos para estar apto a coordenar equipes e prestar atendimentos de baixa, média e alta complexidade. É o enfermeiro graduado, também, o responsável por planejar a assistência, treinar, capacitar, liderar e supervisionar equipes de atendimento.

Para este profissional, o salário inicial médio é de R$ 4 mil, para uma carga horária de seis horas diárias. Ou seja, é possível reforçar a remuneração com outro emprego.

Sem contar que a enfermagem garante estabilidade financeira, não apenas pelas muitas oportunidades disponíveis como também pela presença constante de concursos públicos para a área.

Técnico de enfermagem

O técnico de enfermagem precisa ter ensino médio completo e estudar por aproximadamente dois anos. Este profissional será subordinado ao enfermeiro, ou seja, não irá desempenhar o papel de coordenador de equipes. Porém, poderá atender pacientes de média e alta complexidade. Será dele a responsabilidade de dar conforto, administrar medicamentos prescritos pelo médico e acompanhar a evolução do quadro clínico.

O curso de enfermagem para o nível de técnico garante remuneração média inicial de R$ 1.800. Também há muitos concursos públicos para a área, e possibilidade de atuar, simultaneamente, em mais de um emprego, já que a carga horária/dia também é de seis horas.

Auxiliar de enfermagem

Já o auxiliar de enfermagem terá atuação limitada aos cuidados de pacientes de baixa complexidade. É um profissional necessário em ambulatórios e clínicas. O curso de enfermagem para nível de auxiliar tem duração aproximadamente de um ano e o salário médio inicial é de R$ 1.500. A carga horária também é de seis horas/dia.

Tanto o auxiliar, quanto o técnico de enfermagem, também são demandados para atuações fora das unidades de saúde. Como autônomos, podem trabalhar como cuidadores de idosos ou acompanhantes de recém-nascidos.

Qualificação profissional

Seja qual for o nível de graduação do enfermeiro, é preciso buscar, sempre, qualificação profissional. Cursos de especialização são ótimas oportunidades, principalmente pelos preços acessíveis. Sem contar que fazem muita diferença nas análises curriculares para conseguir bons empregos e melhorar a média salarial.

Mesmo o profissional que não tem tempo disponível para voltar à sala de aula pode buscar um curso de enfermagem. As qualificações podem ser feitas pelo método de ensino à distância (EAD), via internet.

A Estude Sem Fronteiras é uma destas plataformas de EAD. O diferencial é que todos os cursos de enfermagem disponíveis dão diploma reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Um destes cursos, que se destaca, é o de enfermagem na saúde da mulher, com carga horária de 100 horas. Trata-se de uma oportunidade não apenas para o profissional como para o estudante. Confira o conteúdo:

  • Aspectos Históricos e Tendências Contemporâneas na Saúde da Mulher
  • Desenvolvimento Humano da Mulher
  • Consulta de Enfermagem em Saúde da Mulher
  • Distúrbios da Mama
  • Doenças Sexualmente Transmissíveis e outras infecções na Mulher
  • Processo de Gestação

O pagamento deste curso de enfermagem, e outros disponíveis no Estude Sem Fronteiras, pode ser feito em até quatro parcelas sem juros. As aulas são todas via internet, com conteúdo em texto, gráficos e vídeos, além de exercícios e a possibilidade de tirar dúvidas com tutores. Para um campo tão rico como a enfermagem, conhecido nunca é demais.

....

COMPARTILHAR