Palestras Retratos de Esperança feitas por jovem fotógrafo são expandidas pela Bahia

Bismarck Araujo identificou nas palestras a possibilidade de retratar, por meio da fotografia,a realidade de pessoas em vulnerabilidade social (condição que ele também já esteve em épocas de sua infância), e com isso sensibilizar outras pessoas a despertarem para esta indigna forma de viver.

Após entregar uma casa a uma família que sobrevive reciclando lixo na cidade de Santaluz, o fotógrafo Bismark Araújo, idealizador do Projeto Retratos de Esperança, tem ampliado sua agenda de palestras pela Bahia. Na última semana de maio esteve em escolas de Baixa Grande-Ba, onde foram realizadas três palestras. A cidade foi a 9ª visitada do mês, antes ele havia passado por Cansanção.

Projeto Retratos de Esperança | Foto: Robson de Almeida

Alunos, educadores e o púbico em geral que prestigiam as palestras ficam encantados com o trabalho social desenvolvido pelo Retratos de Esperança.Neste último trimestre, a procura pelas palestras do Projeto cresceu significativamente, uma média de 30 por mês tem sido realizada. Aproximadamente, 120 já aconteceram ao longo de 02 anos, alcançando assim mais de 6 mil estudantes. As agendas dos próximos meses já estão quase lotadas.

Palestra para educadores no Conselho Municipal de Educação de Valente-Ba

Bismarck Araujo identificou nas palestras a possibilidade de retratar, por meio da fotografia,a realidade de pessoas em vulnerabilidade social (condição que ele também já esteve em épocas de sua infância), e com isso sensibilizar outras pessoas a despertarem para esta indigna forma de viver, ainda muito presente nos dias de hoje e,desta maneira, provoca-las a ter um olhar mais humano e solidário para com estes indivíduos que parece não serem percebidos pela sociedade nem pelo poder público.

Palestra para educadores no Conselho Municipal de Educação de Valente-Ba

As palestras Retratos de Esperança estão sendo levadas a partir deste segundo semestre também para empresas, onde o choque de realidade provocado por elas, estimula, além da sensibilização e do repensar sobre si e o outro, o sentimento de gratidão pelo que se tem.

O Projeto vem ganhando apoio e admiração de pessoas que, assim como o seu idealizador, sentem-se tocadas a fazerem a sua parte em prol de tornar o mundo um lugar melhor de viver.

Estudante se emociona

Nas escolas são realizadas palestras e ministradas oficinas de fotografia, com o objetivo de iniciar alunos na arte fotográfica e provocar o uso diferenciado dos smartfones. Além disso, há encaminhamento de crianças para a escola e campanha de arrecadação de alimentos, brinquedos e agasalhos. Outras ações também são promovidas em benefício dos fotografados, proporcionando-os uma nova perspectiva de vida e um cotidiano mais digno, sem tanta escassez de alimento, atenção, afeto, amor e abrigo.

Como resultado do apoio recebido, o projeto Retratos de Esperança sonha construir ou reformar mais casas em pelo menos outras quatro localidades. Para isso ser possível, o Projeto conta com doações financeiras, de materiais e de serviços, feitas pelos amigos, padrinhos e madrinhas do Retratos de Esperança. O seu lema é pautado na filosofia de que “O que pode ser pouco para você, é muito para muitos!”.

Fonte: Calila Notícias, Clene Cunha e Leane Mota

....

COMPARTILHAR