Descubra qual é o capacete mais indicado para você

O ciclismo é um exercício completo, é um excelente meio de se manter fisicamente ativo. Por ser um exercício de baixo impacto, o ciclismo pode ser aproveitado por pessoas de todas as idades, de crianças à idosos. E como todo exercício, o ciclismo tem uma série de equipamentos importantes que podem auxiliar sua performance ou te proteger de possíveis impactos.

Hoje vamos falar dos capacetes para bike e como escolher o ideal para você. É de conhecimento comum que o capacete é uma parte de suma importância no equipamento de qualquer ciclista, tanto na cidade quanto fora dela. Não importa se você usa a bike para ir ao trabalho ou se pega uma trilha no final de semana, os capacetes para bike são sua proteção mais importante em caso de quedas e podem salvar a sua vida.

A segurança deve ser sempre sua principal preocupação durante os passeios. Enquanto se está pedalando, você é muito vulnerável a qualquer incidente e, pensando nisso, as empresas de capacetes vem desenvolvendo muito suas tecnologias nos últimos anos.

Hoje em dia existem capacetes de diversos modelos, para todo tipo de cabeça e modalidade de ciclismo. Eles costumam ser muito mais leves que os capacetes de motocicleta, ainda que suportem impactos significativos.

Os capacetes de bike costumam vir em vários modelos diferentes, vamos citar os três mais populares:

CAPACETE URBANO

Os capacetes urbanos são os mais indicados para o ambiente urbano e para a prática das modalidades BMX, Street e Vertical. Eles são bem leves e ventilados, costumam ser feitos de uma casca de plástico fino envolta de uma espuma especial.

Esses são os capacetes de bike mais utilizados no mundo, e milhões deles são vendidos por ano.

CAPACETE ABERTO PARA CICLISMO

Os capacetes abertos são muito populares entre os ciclistas. Graças ao seu formato de concha, eles melhoram a aerodinâmica do ciclista durante o passeio, além de garantir mais proteção em quedas horizontais.

Este tipo de capacete é indicado para ciclistas que praticam as modalidades mountain bike e speed, graças ao seu molde em concha ele pode tanto proteger do sol como de galhos ou objetos altos em uma trilha.

CAPACETE FECHADO PARA CICLISMO

Os capacetes fechados são os mais pesados entre todos os modelos disponíveis no mercado. São recomendados para provas mais extremas que envolvem altura e alta velocidade, como a descida de montanhas (downhill) e as manobras radicais na modalidade BMX.

COMO ESCOLHER MEU CAPACETE DE BIKE?

Existem vários fatores que podem afetar sua escolha por um capacete de bike, o primeiro deles é com certeza a ​funcionalidade, assim como as três citadas acima. Cada função é feita especificamente para certos tipos de modalidades. Se você só anda na cidade, dificilmente vai precisar de um pesado capacete fechado, e se planeja descer uma montanha, não recomendaríamos fazê-lo com um capacete Urbano.

O Segundo fator é a ​segurança, sendo o mais importante de todos. Sempre tenha certeza de que o modelo que você vai comprar tem todas as certificações de segurança possíveis. Capacetes projetados a partir de um único bloco podem oferecer uma proteção excelente contra impactos.

Buscar capacetes com a tecnologia MIPS (Sistema de proteção contra impactos multidirecionais) pode ser uma boa pedida, já que o sistema sueco ajuda a minimizar

as lesões ao cérebro, permitindo que sua camada interna deslize dentro do casco do capacete, auxiliando na proteção contra impactos oblíquos. Muito parecido com o movimento do nosso próprio cérebro dentro do crânio, onde existe um espaço repleto de liquido viscoso que permite ligeiras movimentações nos casos de impactos contra a cabeça.

O terceiro fator é o ​custo. Lembrando que, assim como qualquer equipamento de segurança essencial, não é recomendado comprar algo de baixa qualidade levando em conta apenas o valor. Qualquer parte da bicicleta pode ser substituída, mas não a sua cabeça. Você não precisa gastar uma fortuna em um capacete, mas tenha certeza de que ele está apto a te proteger efetivamente em uma queda, leia sobre a marca de antemão e pergunte a outros compradores o que eles acharam do modelo.

O quarto fator é o encaixe. Não adianta nada pedalar com um capacete solto na cabeça, sem prender as presilhas ou com elas abaixo do queixo. O capacete tem que vestir sua cabeça de forma perfeita, pois se ele estiver solto ou não encaixar direito, não cumpre sua função. Para descobrir de ele encaixa, com as presilhas soltas, mexa a cabeça para os lados e para a frente. Caso o capacete deslize ou mexa demais ele é muito grande, se ficar parado perfeitamente, ele veste bem sua cabeça.

Você só deve ser capaz de encaixar um dedo entre o queixo e o protetor, dois dedos entre a sobrancelha e a base do capacete e as correias deve formar um “V” perfeito abaixo das orelhas. Seguindo essas regras você poderá definir se o capacete encaixa bem ou não.

A ventilação porém é importante, também. Mesmo que o capacete encaixe bem ,ele não pode gerar muito calor na cabeça. Você deve sentir uma boa ventilação, principalmente durante as pedaladas, para evitar insolações ou problemas mais graves.

O quinto fator tem a ver com o encaixe, é o ​peso. Um capacete leve muitas vezes vai poder ser utilizado por mais tempo. Isso tem muito a ver com a função do capacete, você só vai precisar de algo pesado se a sua modalidade pedir uma proteção

extra. Mas, em geral, deve-se escolher um capacete que não pese mais que 300g, para que não cause problemas no pescoço devido ao esforço.

CUIDADOS COM O CAPACETE

Alguns cuidados devem ser tomados com os capacetes para bike, lembrando que são muitas vezes feitos com material sintético que pode estragar facilmente.

Evite utilizar solventes químicos como água sanitária e materiais mais fortes para limpar o capacete. As empresas recomendam somente o uso de um pano de algodão ou esponja com água e pouco sabão.

Evite também guardar o capacete em áreas que acumulam muito calor, pois o calor em excesso pode causar bolhas nas partes internas do capacete, o que compromete completamente a capacidade de proteção do equipamento.

QUANDO TROCAR O CAPACETE

Após qualquer tipo de acidente você deve trocar o capacete, muito provavelmente ele estará danificado e utilizar um capacete danificado é o mesmo que não usar nenhum. Se você não se acidentar, o tempo útil de um capacete de bike é 5 anos. A poluição, luz UV e o tempo danificam os componentes com o tempo.

....

COMPARTILHAR