Relembre os grandes mitos do Santos FC em Copas do Mundo

Alvinegro praiano foi decisivo para os títulos da seleção brasileira em mundiais

Uma nova Copa do Mundo está rolando na Rússia e a seleção brasileira entra mais uma vez como uma das mais fortes candidatas ao título. Muito do favoritismo do Brasil se deve aos grandes jogadores do passado, que levaram para o mundo um futebol que encanta gerações até hoje. Grande parte desses atletas pertenceu a um clube que ainda revela muitos craques para a o time pentacampeão: o ​Santos FC.

O Santos, clube da Baixada de São Paulo, tem a tradição de ceder grandes jogadores e contribuir com a nossa seleção canarinho. Em várias oportunidades, os craques santistas foram decisivos na conquista dos títulos. Portanto, se o Brasil hoje é pentacampeão e vai ao continente europeu em busca do hexacampeonato, deve muito ao que o Peixe fez no passado e ainda faz no presente.

Conheça os craques do Santos que ajudaram o Brasil a ser pentacampeão

O ​Santos FC teve muitos atletas importantes defendendo a seleção brasileira. É um dos clubes que mais cedeu jogadores ao time de nosso país. Vamos relembrar a bela relação do alvinegro praiano com o nosso escrete tupiniquim:

  • Pelé

Eleito maior atleta do século XX pelo Comitê Olímpico Internacional, Pelé é, sem dúvidas, o maior de todos e mais conhecido jogador da história do Santos, do futebol brasileiro e mundial. Por onde vai, nosso Rei é idolatrado, seja em nosso país ou no exterior. É, até hoje, o único jogador tricampeão mundial da história (1958, 62 e 70). Edson Arantes do Nascimento, como foi batizado, é também o mais jovem a marcar em uma Copa do Mundo e a atuar em uma final do evento.

  • Edu

Em 1966, por sua vez, Edu, outra joia da base do Peixe, foi o mais jovem jogador inscrito na Copa do Mundo, quando ainda nem tinha 17 anos completados. O jogador ainda voltaria a ser convocado em 1970, participando do grupo que trouxe em definitivo a Taça Jules Rimet para o Brasil.

  • Pepe

Pepe é o segundo maior artilheiro da história do Santos, perdendo apenas para Pelé. Ao todo, foram 405 gols marcados em 750 partidas. O “Canhão da Vila”, apelido dado por seu fortíssimo chute de esquerda, foi bicampeão do mundo pela seleção brasileira nas Copas de 1958 e 1962.

  • Lima

Lima era considerado um jogador extremamente polivalente, pois jogava em várias posições como volante, lateral direito, esquerdo e zagueiro, chegando até a atuar como atacante na final de um dos dois títulos mundial conquistados com o Peixe. O atleta fez quase 700 jogos pelo clube e 19 pela seleção brasileira, tendo atuado em três partidas na Copa do Mundo de 1966.

  • Zito

Apelidado de “Gerente”, Zito era um verdadeiro líder do time dentro de campo. O jogador atuou no Santos por 15 anos, entre 1952 e 1967, tendo jogado 733 partidas e marcado 57 gols. Pela seleção brasileira, o craque santista foi um maestro nas conquistas das Copas do Mundo de 1958 e 1962. Na Copa de 1962, o meia fez um dos gols na final contra a Tchecoslováquia, quando o Brasil venceu por 3 a 1.

  • Dorval

Nos anos de 1960, Dorval formou com Coutinho, Pelé e Pepe um dos maiores ataques da história do Santos e do futebol mundial. É considerado por muitos como o melhor ponta-direita da história do clube. Pela seleção brasileira, o craque atuou em sete partidas, mas, infelizmente, não representou o clube numa Copa do Mundo pela desvantagem de ter Garrincha como concorrente. Mas, quem viu garante: era um craque.

Tradição de revelar craques continua

Para quem acha que o ​Santos FC parou no passado, se enganou. O clube continuou a ter muitos craques sendo revelados na Baixada Santista, que envergaram o manto alvinegro e depois foram convocados para a seleção brasileira. O mais recente deles é Neymar, que deixou o Peixe em 2013 para o Barcelona e defende o Paris Saint-Germain atualmente. O “Menino da Vila” é a principal esperança da equipe de Tite em busca do hexacampeonato mundial na Rússia. Veja alguns grandes jogadores que passaram recentemente pela base do alvinegro praiano e atuaram também pela equipe canarinho:

  • Elano (2001–2004 / 2011–2012 / 2015–2016);
  • Robinho (2002–2005);
  • Diego Ribas (2002–2004);
  • Renato (2000–2004 / 2014–);
  • Paulo Henrique Ganso (2008–2012);
  • Neymar (2009–2013).

....