MENSAGEM REFLEXIVA DO BOM COMPANHEIRO DA EBDA COMPLEMENTADA E COMPARTILHADA PELO BLOGUEIRO DEUSIMAR DAS ABELHAS

z77Daniel Rebouças Dourado Dourado e José Deusimar Loiola Gonçalves

Mais do que conhecimento precisamos é de sentimento

Na atualidade, não é de conhecimento que temos mais necessidade, pois que os problemas da inteligência estão bem encaminhados, haja vista o progresso tecnológico e material que vivemos, mas sim de sentimento.

Sem dúvida, estamos cuidando muito mais do cérebro e da mente do que o coração, e os resultados catastróficos pululam diante dos nossos olhos atônitos em cenários aterradores.

Os mais renomados administradores e economistas, por mais que estudem e pesquisem ainda não encontram a solução para o problema da fome. Os mais aplaudidos estadistas se debruçam em livros e compêndios, no entanto ainda estão buscando os melhores caminhos para a política. Os mais requisitados sociólogos ainda não possuem fórmulas capazes de pacificar a sociedade, assim os conflitos, misérias e crimes campeiam à solta.

Intelectuais existem muitos, carecemos é de sábios.

O homem que tem apenas conhecimento tem uma casa onde se abriga friamente com mulher e filhos, já o homem que tem sentimento possui um lar onde vive solidária e fraternalmente com a família.

O homem que apenas tem conhecimento constrói uma empresa e visa apenas os lucros que ela possa oferecer, já o homem que tem sentimento a edifica e administra pensando também naqueles que formam o seu quadro pessoal.

O homem que apenas tem conhecimento não tem tempo para observar a infância, adolescência e juventude que seguem relegadas ao descaso e a indiferença, já o homem de sentimento vai ao encontro dessas vidas primaveris, buscando criar mecanismos que possam ampará-los dignamente.

O homem que apenas tem conhecimento não presta atenção à velhice abandonada, caracterizando-a tão somente como um número estatístico, já o homem que tem sentimento se desdobra em esforços, buscando carinhosamente, lenitivos que possam melhorar a vida dos idosos esquecidos.

O homem que apenas tem conhecimento usa das formas mais hediondas e inescrupulosas para fazer crescer o seu patrimônio, já o homem que tem sentimento sabe que não basta somente ele possuir, sendo indispensável que todos tenham também, para que haja equilíbrio e harmonia social.

O homem que apenas tem conhecimento se empenha ao máximo para descobrir novos recursos médicos de cura, na expectativa de maiores lucros e prosperidade material, já o homem que tem sentimento se lança a pesquisar novas tecnologias na área da saúde, pensando primeiro no bem estar do ser humano.

O homem que apenas tem conhecimento vê, egoisticamente, nas criaturas humanas, meros concorrentes prontos a dividir aquilo que entendem ser somente seu, já o homem de sentimento vive, solidariamente, para distribuir, aos irmãos do caminho, tudo o que pode.

Intelectualidade temos de sobra, pelos quadrantes do mundo, no entanto nunca a humanidade se afligiu como na atualidade, ante as dores e sofrimentos que vem experimentando. Temos carência de coração que saiba compreender e amar, servir e trabalhar em favor de outros irmãos.

Reflitamos…

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.