Ele foi preso injustamente por estupro, foi violentado por 60 detentos, contraiu AIDS na cadeia e até hoje luta por indenização

Aos 33 anos, Heberson Lima de Oliveira sobrevive em um pequeno cortiço, em condições precárias. Sua vida mudou no dia 5 de novembro de 2003, quando foi preso acusado de estupro, sem provas, e contraiu AIDS ao ser violentado por 60 detentos. Absolvido após dois anos e sete meses atrás das grades, até hoje ele luta por uma indenização do estado. Heberson e sua família contam detalhes do drama que mudou suas vidas no vídeo abaixo:

Veja Também: Após passar 3 anos preso injustamente, ser estuprado, e contrair HIV na cadeia, ex-pedreiro ainda luta por indenização