Eleitores dormem na rua para garantir lugar em fila para cadastro biométrico do TRE

87

Eleitores que deixaram o cadastramento biométrico para a última hora tiveram de dormir do lado de fora do Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza, para garantir lugar na fila do mutirão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Desde a madrugada deste domingo (17), as pessoas começaram a se alinhar e organizar a sequência para o atendimento.

whatsapp image 2019 11 17 at 02.08.48
Eleitores formam longa fila para cadastrar biometria em Fortaleza — Foto: Ricardo Mota/ Sistema Verdes Mares

Na noite de sábado (16), o TRE informou que distribui três mil senhas para cadastrar eleitores neste domingo, em atendimento das 8h até o meio dia. De acordo com o TRE, a medida foi tomada devido à grande procura de eleitores pelo Mutirão da Biometria, que gerou longas filas neste sábado (16). O mutirão será retomado na segunda-feira (18), de 8h às 17h. Em cinco dias, 26 mil pessoas realizaram o cadastramento biométrico.

O porteiro Antônio George Lima, 48 anos, conta que deixou para fazer o cadastramento biométrico na última hora e que precisou usar a folga que tinha no domingo para madrugar na fila. “Acabei deixando para a última hora. Não dava para faltar ao trabalho. Como hoje é minha folga, eu tive que vir. Vou passar minha folga na fila”, relata.

O conferencista de armazém Erivaldo Braga Alves, 51 anos, afirma que é um ato de responsabilidade estar no local para fazer cadastramento biométrico. “Infelizmente, na primeira oportunidade que eu tive de fazer a biometria, eu não fiz. E como cidadão, eu me senti na responsabilidade de estar aqui”, conta.

Erivaldo também relata que não teve possibilidade de fazer a biometria durante a semana por falta de tempo. “Durante a semana eu não tenho como vir por causa do trabalho, e vim na madrugada”.

Cadastro biométrico

O cadastramento biométrico vai até o dia 29 de novembro, em Fortaleza. O TRE informou que 523 mil cidadãos ainda não fizeram o procedimento.

Os eleitores que precisam fazer o título pela primeira vez ou transferir o documento devem aguardar o final do prazo da biometria, para pegar menos fila, já que a data-limite para essas operações é 6 de maio de 2020.

Título cancelado

Caso o cadastro não seja feito no prazo, o título será cancelado e o eleitor ficará impedido de votar, candidatar-se, inscrever-se ou receber o Bolsa Família, tomar posse em cargo público, emitir passaporte, fazer matrícula em instituições públicas de ensino, receber salários (se for servidor público) e contrair empréstimos em bancos oficiais.