Família procura babá que aceite se vestir como princesa da Disney; Salário é de R$ 17 mil

Uma proposta de emprego inusitada viralizou nas redes sociais esta semana. Uma família da Inglaterra publicou um anúncio na internet à procura de uma babá que aceite tomar conta de duas meninas gêmeas de cinco anos de idade. Mas há uma exigência quanto ao uniforme: a candidata deverá trabalhar vestida de princesa da Disney. O salário é de 40 mil euros anuais — o que equivale a cerca de R$ 17 mil por mês — por meio-período de trabalho.

A família, que mora em Brookmans Park, no sudeste da Inglaterra, divulgou a vaga de emprego no site “Childcare”. No texto, os pais listam os requisitos para o trabalho: a pessoa interessada deve possuir carteira de motorista sem pontos, experiência profissional de, no mínimo, dois anos como babá, treinamento de primeiros socorros e aceitar trabalhar fantasiada como uma princesa da Disney.

“Como a maioria das crianças de cinco anos de idade, nossas meninas são obcecadas com a Disney e nós acreditamos que esta seria uma ótima forma de ensiná-las sobre determinação, compaixão, coragem e ambição, a partir de modelos femininos fortes com os quais elas possam se relacionar, como a princesa Tiana, Anna, Bela e Cinderela”, diz o comunicado.

Entre as tarefas que deverão ser executadas pela babá estão buscar as crianças na escola, promover atividades relacionadas a filmes da Disney, como cozinhar, cantar e fazer artesanato, e colocá-las para dormir. A cada mês, a profissional terá que trocar de personagem. Mas não é preciso se preocupar com a fantasia: os custos com o aluguel da roupa serão arcados pelo casal.

No entanto, a família alerta que nem tudo será brincadeira: “Queremos alguém que não terá medo de exercer disciplina se as meninas forem levadas ou aprontarem — elas podem ser um terrorzinho quando querem!”, dizem os pais.

O anúncio fez sucesso entre usuários do Facebook, onde já recebeu mais de dois mil comentários: “Eu poderia me vestir como a babá Nanny McPhee (personagem de filmes da Disney) e impor disciplina por muito menos de 40 mil euros”, brincou uma internauta.

....

COMPARTILHAR