Feira de Santana: Mulher assassinada pelo marido era espancada por ele há sete anos

violnciacontraamulher-72Sete anos de dor e sofrimento terminaram de forma trágica para a dona de casa Edna Pereira das Mercês, 38 anos, que morreu no último domingo (24) após não resistir aos ferimentos supostamente provocados pelo marido Ivan Meireles da Silva, que a espancava e não permitia o contato dela com vizinhos e familiares. A polícia investiga a causa a morte, que também pode estar associada a uma queda que a vítima sofreu.

O fato é que Edna foi socorrida para o Hospital Geral Clériston Andrade pela filha Maiana das Mercês Santos, 22 anos, com vários ferimentos pelo corpo, principalmente no olho comprometendo a visão. Segundo Maiana, o acusado manteve a vítima em cárcere privado, na residência do casal no bairro Conceição, em Feira de Santana.

“Ela era espancada esse tempo todo e o mais grave foi agora. Desde terça-feira (19) ele batendo nela, maltratando, mantendo em cárcere privado e quando ele viu que ela estava morrendo, não fez mais nada, cheguei lá e levei ela com duas viaturas para o hospital e ela morreu. Ela chegava corrida na casa de minha avó e ele ia buscar”, relatou.

Maiana disse também que a vítima teria mentido para a família quando disse que já tinha denunciado o marido para a polícia. Quando o delegado procurou a queixa no sistema da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), nada foi encontrado.

De acordo com Maiana, eles chegaram a ficar cinco anos separados, mas depois reataram o relacionamento. “Ele a procurava direto e ligava. A gente sabia das agressões dávamos conselhos para ela e não adiantou. Ela voltou para ele do mesmo jeito”, contou.

O delegado Gustavo Coutinho disse que o acusado é bastante violento e morava sozinho com ela. O delegado orientou que todas as mulheres vítimas de agressão procurem ajuda na Deam.

O acusado fugiu.

As informações são de Aldo Matos do site Acorda Cidade