PREFEITO VENEZUELANO ENTRA NO BRASIL CLANDESTINAMENTE E RELATA 25 MORTES

0
58
prefeitovenezuela
Emílio González – prefeito venezuelano concede entrevista após atravessar a fronteira e diz que há “sangue no caminho e nas ruas” no lado venezuelano da fronteira; números não são confirmados por fontes.

Conflitos no lado venezuelano da fronteira com o Brasil deixaram cerca de 25 mortos e 84 feridos desde a última sexta-feira, de acordo com relato de Emilio González, prefeito de Gran Sabana, municipalidade próxima a Roraima. Ele contou, em entrevista a jornalistas, ter percorrido rotas clandestinas para deixar o país natal, onde se diz perseguido pelo regime de Nicolás Maduro.

Ao atingir a cidade roraimense de Pacaraima, neste domingo 24, González pediu ajuda internacional e descreveu a violência no lado venezuelano. “O último rincão que tínhamos na Venezuela foi tomado por Maduro. Estão atacando, há sangue no caminho e nas ruas”, declarou.

O número de vítimas informado pelo prefeito não foi confirmado por órgãos oficiais. Neste domingo, militares do regime de Nicolás Maduro, da Guarda Nacional Bolivariana (GNB), atacaram manifestantes do lado brasileiro da fronteira, iniciando um confronto que durou cerca de duas horas. Como resposta, soldados brasileiros montaram um bloqueio na área.

Fonte: https://veja.abril.com.br

 

Blog do Florisvaldo – Informação Com Imparcialidade – 25/02/2019

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.