V A Z A M E N T O S !

0
116

vAZANão há dúvida, existem vários tipos de vazamentos, desde a prosaica goteira que desce pela telha quebrada até vazamentos sensíveis, com material incendiário colocado na rede para derrubar governo ou pior ainda.

Vaza o vidro de perfume, a garrafa térmica, o xampu que empapa a mala. Vaza tudo e um pouco mais e, para não ficar para trás, a maré também vaza, deixando a praia mais larga e as conchas descobertas.

Um amigo, quando quer pôr o cachorro para fora da sala, bate palmas e fala: vaza! Ele fala, não grita, fala.

Seu cachorro é educado e entende o que dizem pra ele, então não precisa grito. Ele sai da sala e se estende na porta do jardim, olhando para dentro com cara de quem ficou magoado.

Vazam fotos que não deveriam vazar. Curiosamente, as que não deveriam vazar são as que mais vazam.

Ninguém nunca viu vazar foto de alguém fazendo o bem, dividindo com quem precisa, salvando vidas trabalhando numa pandemia como a que caiu em cima de nós.

Mas as fotos indiscretas, batidas pelo ex-namorado numa hora de bobeira da namorada, essas entram de sola, chegam com estardalhaço, arrebentam com a vida da menina que achou que era só brincadeira.

Não tem jeito, vazamentos são parte da vida. Vaza gás, vaza água, vaza esgoto, vaza informação, vaza resultado de concurso de miss, vaza tudo e mais alguma coisa, porque entre as razões de ser das coisas está a obrigação ou a vontade irrefreável de vazar.

Quanto mais sigiloso, quanto mais secreto o tema, maiores as chances dos vazamentos se espalharem feito fogo na palha seca ou fake news em rede social.

Só não vaza o que já vazou. O que ainda está para vazar é uma ameaça concreta, que se materializa no momento em que pode causar mais danos.

AP Mendonça
Antonio Penteado Mendonça

Antonio Penteado MendonçaAdvogado, formado pela Faculdade de Direito Largo São Francisco, com pós-graduação na Alemanha e na Fundação Getulio Vargas (FGV). É provedor (presidente) da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, ex-presidente e atual 1º secretário da Academia Paulista de Letras, professor da FIA-FEA e do GV-PEC, palestrante, assessor e consultor em seguros. – Crônicas da Cidade vai ao ar de segunda a sexta na Rádio Eldorado às 5h55, 9h30 e 20h.

 

Blog do Florisvaldo – Informação Com Imparcialidade – 23/07/2020

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.