Ganhador da Mega ainda não buscou prêmio e gera especulação

O assunto em Itagura, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, é um só: quem será o novo milionário da Mega-Sena? Neste sábado (22), o prêmio de R$ 21.763.750,54 saiu para um apostador da cidade com cerca de 13 mil habitantes, mas o mistério em torno da identidade do vencedor permanece.

“Tem esse mistério mesmo, todo mundo comentando, mas a gente não sabe quem não”, diz Bruna Penido, que trabalha em uma farmácia ao lado da lotérica onde o jogo foi feito.

Responsável pela “Conquista Sorte” há 15 anos, Maria Gorete de Moares Freitas diz que o local amanheceu cheio na segunda-feira (24). “Na hora de abrir, deu muito movimento. As pessoas vieram para jogar e para saber também sobre o prêmio, para saber se era verdade”, conta. Mas um cartaz colocado em frente à loja, que foi toda enfeitada com balões, confirmava a história: “Saiu aqui”.

Foto reprodução

Se fosse para apostar, Maria Gorete diria que o prêmio saiu para um homem. “Os homens jogam mais. Então, pela proporção, acho que é um homem”, palpita.

Durante a tarde desta segunda-feira (24), a bolada milionária também foi assunto na única lotérica de Itaguara, mesmo entre aqueles clientes que não têm hábito de jogar e frequentam o local só para pagar contas. O aposentado Aladin Vilaça diz que já ouviu falar em uns 20 nomes, mas não tem pistas sobre o milionário. Para ele, o vencedor pode ser, inclusive, de fora da cidade. “Tem muito caminhoneiro que passa, que a BR está aí perto”, palpita.

Mas, muitas pessoas têm a mesma aposta. Uma delas é a professora aposentada Vânia Rita de Oliveira. “Eu já ouvi falar de dez pessoas, que seria um bolão e já ouvi alguns nomes que possivelmente seriam os ganhadores”, conta. Segundo especulações na cidade, à frente da aposta, estaria um motorista de transporte escolar, que costuma sempre fazer uma fezinha.

O nome de Antônio Rogério, comerciante na cidade, é um dos citados como participante do bolão. “Quem dera! Hoje não estaria trabalhando”, brinca. Para provar que continua com o mesmo saldo na conta bancária, ele mostra o último jogo que fez, em um concurso antes do que teve como vencedor a aposta de Itaguara.

Já que o comerciante não ajudou a resolver o mistério, o G1 seguiu em busca do motorista, que garantiu não ser o sortudo da vez e fala que o boato já está trazendo consequências negativas para a família.

A mulher dele afirma que a especulação começou por causa de amigos do marido. “Foi uma brincadeira que, infelizmente, se transformou agora com uma repercussão muito grande. A gente queria dar um basta nisso”. E emenda: “Já está passando dos limites . A gente gostaria que as pessoas nos respeitassem. Realmente, não foi a gente. Se fosse também, a gente nem estaria aqui”, diz gerente comercial, que preferiu não ter o nome divulgado.

De acordo com a assessoria da Caixa, o prêmio ainda não havia sido retirado. na noite de segunda-feira.

....

COMPARTILHAR