Greve dos bancários continuará até a próxima semana

RTEmagicC_c0231ecdfe.jpgA greve dos bancários deve continuar até pelo menos a segunda-feira (7). De acordo com o presidente do Sindicato dos Bancários no estado, Euclides Fagundes, não há nenhuma assembleia ou manifestação prevista para esta sexta-feira (4) e somente na segunda é que a categoria se reunirá. “Ainda estamos esperando uma resposta da Febraban e só devemos nos reunir na próxima semana”, afirmou.

Nesta quinta-feira (3), os bancários soteropolitanos realizaram uma manifestação pelas ruas do Centro de Salvador. Os manifestantes se reuniram por volta das 16h30, em frente à uma agência do Banco do Brasil, na avenida Sete de Setembro, e seguiram em direção a avenida Carlos Gomes.

Os trabalhadores reivindicam reajuste de 11,93% (5% de aumento além da inflação do período), enquanto a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) é de 6,1%, sem aumento real. A pauta de reivindicações também inclui maior participação nos lucros e resultados, fim das metas, do assédio moral, investimentos em saúde e segurança, além de melhores condições de trabalho.

Com a greve, 1.013 agências estão fechadas no estado da Bahia e em Sergipe, base da Federação (FEEB-BA/SE), o que representa 10% das unidades paradas em todo o país.

As contas de água, luz, telefone, gás, internet, financiamentos, impostos e títulos de cobrança em geral, que estão dentro do prazo, podem ser pagas pela internet, pelo caixa eletrônico ou rede 24 horas, pelo aplicativo do banco no celular, pelo correspondente e também pelo telefone do banco (veja o número no site do banco no cartão da conta ou no site www.febraban.org.br/atendimento_bco.asp).

No caso de contas vencidas, o pagamento deve ser feito pelos canais alternativos do banco (internet, call center, caixas eletrônicos e correspondentes). As próprias concessionárias de serviço público costumam inserir juros e multas na conta seguinte. (iBahia)