Hipertrofia muscular: o que é e qual a melhor forma de obter?

Se você já frequentou academias ou tem amigos que treinam incessantemente já deve ter ouvido falar sobre hipertrofia muscular. E, é claro que só de ouvir o nome já deve causar certas dúvidas.

Vamos começar entendendo melhor o que é hipertrofia muscular. Ela nada mais é do que o aumento das células do músculo – que, por ser um tecido humano possui certa flexibilidade – que acaba esticando e atrofiando conforme trabalhados.

Foto reprodução

Esse aumento de massa muscular pode ser muito fácil para uns e bem difícil para outros. Genética, tipo físico, exercício correto e suplementação ideal são as principais maneiras de se atingir o nível desejado.

Quais são os exercícios ideais?

Não pense que exercícios aeróbicos ou corrida farão você atingir o nível de hipertrofia do músculo. Muito pelo contrário, praticando exercícios cardiovasculares você irá perder perder peso e, principalmente, massa.

A hipertrofia muscular está ligada àqueles exercícios de musculação que você pega bastante peso, com diversas repetições. Mas, há dois tipos de hipertrofia e dois respectivos exercícios:

Hipertrofia metabólica: quando é provocado um estresse bioquímico nas células e o crescimento do músculo ocorre dentro das mesmas. Com isso, as reservas musculares da célula aumentam provocando ganho muscular. Neste caso, são indicadas séries e repetições maiores (entre 8 e 12), intervalo menor entre as séries e treino apropriado.

Hipertrofia tensional: quando o músculo sofre um estresse muito forte, com grande degradação proteica. Neste caso são indicadas séries baixas com cargas muito altas, intervalo maior entre as séries e o acompanhamento de um profissional – por conta do alto volume de peso.

Como escolher a melhor suplementação?

O treino, a genética, a alimentação e o biotipo são bem importantes. Mas, sem uma suplementação adequada é quase que impossível chegar no seu objetivo.

Um kit hipertrofia, como o da New Nutrition por exemplo, contempla todos os suplementos indicados. Mas, quais seus benefícios?

O whey protein é o queridinho dos exercícios, dietas e de todos os tipos de treino. No caso da hipertrofia, ele ajuda na ingestão das proteínas que o organismo precisa, auxiliando também na perda de aminoácidos.

Nosso corpo vive e trabalha em função das vitaminas. Os multivitamínicos, como a vitamina D por exemplo, ajudam a acelerar o processo natural de ganho de massa.

A creatina é o ponto chave para ganho, significante, de massa muscular. Ela é completamente natural e não causa nenhum efeito colateral.

Já o BCAA auxilia na recuperação muscular, ativando a célula M-TOR responsável pelo anabolismo e, ainda ajuda na disposição e energia para os treinos.

Por fim, procure descansar seu músculo para que nenhuma lesão muscular ocorra. Vá com calma e dê tempo para que seu organismo trabalhe!

....

COMPARTILHAR