Jovem que passou a noite com Bolt foi casada com chefão do tráfico carioca

A carioca de 20 anos que teve fotos íntimas ao lado do atleta Usain Bolt vazadas na internet já foi casada com Douglas Donato Pereira, o Diná Terror. De acordo com o jornal ‘Extra’, ele é um ex-chefe do tráfico do Morro Faz Quem Quer e foi morto em março deste ano.

RTEmagicC_carioca_lamenta_traf.jpg

Diná era acusado da morte de duas jovens com idades de 18 e 19 anos. Uma delas foi filmada enquanto era torturada por traficantes e o vídeo vazou nas redes sociais. O caso aconteceu em setembro de 2014. A outra jovem foi morta por vingança, depois que o namorado fugiu do morro levando armas e drogas para o Complexo da Maré.

Inclusive, ainda segundo a publicação, a jovem chegou a lamentar a morte de Diná Terror. Quando ele foi morto, ela fez uma postagem lamentando a ausência do traficante, que é pai de seus dois filhos. Na ocasião, ela recebeu apoio de amigos.

Noite com Bolt

Questionada pelo jornal ‘Extra’ sobre a noite com o ícone do atletismo mundial, a carioca afirmou que mandou a foto somente para um grupo de amigas e reagiu com surpresa ao saber que os registros já circulavam pelo WhatsApp. “Nunca quis ser famosa, estou morta de vergonha”, disse. Ela definiu a noite com o atleta como “normal”, sem dar mais detalhes.