Juiz acusado de irregularidades no caso Monte Santo é afastado

20121106053628_juizO CNJ (Conselho Nacional de Justiça) afastou provisoriamente o juiz Vitor Bezerra, da comarca de Barra, a 650 quilômetros de Salvador, e abriu processo administrativo para apurar supostas irregularidades em processos de adoção em que ele atuou.

Por unanimidade, o Conselho acompanhou o voto do corregedor nacional de Justiça, Francisco Falcão, e resolveu afastar o magistrado de suas funções até que as investigações sejam concluídas. Apesar do afastamento, o juiz continuará a receber seu salário.

O caso, revelado em 2012 pelo programa “Fantástico”, da rede Globo, diz respeito à retirada de cinco crianças de seus pais biológicos no município de Monte Santo e a entrega dos menores para famílias que residem em São Paulo.

De acordo com Falcão, o juiz não ouviu os pais biológicos da criança antes de dar a guarda provisória para outras famílias e teria, num prazo de apenas dois dias, resolvido todas as questões jurídicas para a liberação dos menores.

Para Falcão, a maneira que as crianças foram retiradas dos pais e entregues às famílias levanta suspeitas sobre a regularidade dos processos de adoção. Por isso, a necessidade de abertura de processo e de afastamento do juiz.

Em novembro do ano passado, um mês após a denúncia do caso, a Justiça determinou que as crianças fossem devolvidas a seus pais biológicos.

Folhapress

....