Juiz proíbe crianças e adolescentes de acompanharam a Parada Gay

IMAGEM_NOTICIA_5Marcada para este domingo (1º), a Parada Gay de Alagoinhas, na região metropolitana de Salvador, não deve ter a participação de crianças e adolescentes. Isso porque a Vara da Infância e da Juventude da cidade proibiu que menos de 14 anos acompanhem a 7º edição do evento.

Os garotos de 14 e 15 anos só poderão ir acompanhados dos pais. O juiz substituto da unidade, José Brandão Netto, alegou que os jovens proibidos de ir a Parada Gay “não tem maturidade para decidir a sua opção sexual”.

O magistrado é o mesmo que implantou o toque de recolher em Santo Estevão. Pais que permitirem a permanência de menores de 14 anos no evento LBGT de Alagoinhas podem ser multados em até R$ 13,5 mil. (BN)