Maioria do PT já escolheu sucessor de Wagner

    bocaAs especulações em torno do nome que irá suceder o governador Jaques Wagner já se tornaram concretas. Pelo menos é o que garante o membro da executiva estadual do Partido dos Trabalhadores, Ivan Alex. Em contato com o Bocão News, o membro afirma que as tendências internas já fecharam o nome do sucessor: Rui Costa.

    De acordo com ele, a Esquerda Popular Socialista (EPS), a Reencantar e a Construindo um Novo Brasil (CNB) irão se reunir neste sábado (8) em um seminário no Hotel Fiesta para concretizarem o nome.

    Na ocasião também será definido o apoio ao presidente estadual do partido. Bem como para governador, as tendências também organizaram apoio para a presidência do partido. O secretário de Organização, Everaldo Anunciação deve suceder Jonas Paulo. “Com a união dessas tendências seremos a maioria e assim os nomes são definidos”, afirma Alex.

    No seminário estadual da EPS participam o deputado federal Valmir Assunção, a secretária de Políticas para as Mulheres Lúcia Barbosa e o vereador Luiz Carlos Suíca. Prefeitos e vereadores também acompanharão as definições para o Processo de Eleições Diretas (PED), que ocorre em novembro deste ano.

    Apesar da confirmação de que o partido já tem o candidato, o vereador Suíca negou ao Bocão News a posição da tendência. “Não fui consultado e não discutiram nada comigo. Todo mundo sabe que meu candidato é Luiz Caetano para governador, e para a presidência do partido ainda não me decidi”. Para ele, a discussão ainda será feita amanhã com possibilidade da concretização dos nomes.

    Outros nomes disputam a sucessão de Wagner: José Sérgio Gabrielli, Walter Pinheiro e Luiz Caetano. Internamente os possíveis são: Emiliano José, Nelson Pelegrino, Zezéu Ribeiro, Luiz Alberto e Marcelino Galo.

    Movimentos sociais, como o MST e a CUT, também devem apoiar as candidaturas definidas neste sábado (8).

    Seminário EPS

    As 9h, o deputado federal Valmir Assunção abre o debate sobre a conjuntura política nacional. Em seguida, o membro da direção estadual da EPS, Ivan Alex, faz a conjuntura estadual. A discussão sobre o PED inicia às 10h30 com membros do partido. A secretária de Políticas para as Mulheres, Lúcia Barbosa, fará um balanço do governo Jaques Wagner. À tarde, os 10 anos de governo petista é tema de debate.

    A política da EPS para os próximos meses será discutida: centralizar a unidade do PT, movimentos sociais e da base aliada; ações do governo; manter estabilidade política para a travessia 2013/2014; reatar os laços do PT e do governo com os movimentos sociais; confiança na condução do governador Jaques Wagner; e diálogo aberto, público e afirmativo com Rui Costa e a Reencantar.

    Presidência nacional

    No próximo dia 27 de junho, o PT fará o lançamento oficial da candidatura de reeleição de Rui Falcão para a presidência do partido.

    Fonte: Bocão News