Nordestina recebe máquinas para rodovias e cisternas contra a seca

    itoNa terra da maior mina de diamantes do mundo, o prefeito Ito Araújo, que administra o município de Nordestina pela quarta vez, recebeu dos governos estadual e federal oito ônibus novos, uma retroescavadeira, uma motoniveladora, 1.297 cisternas em PVC com capacidade de armazenar até 16 mil litros de água potável cada, através do Ministério da Integração Nacional, contemplando igual número de residências, além de R$ 17,467 milhões em obras, que vêm sendo injetados na construção de pavimentação a paralelepípedos, quadras de esportes, unidades habitacionais e uma Praça com Equipamentos no povoado de Beira Rio.

    Localizada na região sisaleira, a 340 quilômetros da capital, o município de Nordestina, em uma área territorial de 470 km², conta com uma população de 12,5 mil habitantes e é detentora de uma grandiosa frota de veículos, caros, maquinas e motos, que inveja qualquer cidade grande.

    Dos 21 ônibus, 15 foram adquiridos junto ao Programa Caminho da Escola, o restante com recursos próprios. A prefeitura, conta ainda, com duas motoniveladoras, uma retroescavadeira, duas enchedeiras, três caçambas, dois tratores de pneus, um trator de esteira, seis ambulâncias, oito veículos, oito motos e um micro ônibus que serve a saúde.

    Desse quantitativo, duas caçambas, uma enchadeira, um trator de pneus e uma ambulância, foram recém-adquiridos pelo município através de financiamento junto ao Desenbahia, da ordem de R$ 840 mil.

    No setor habitacional são 460 casas que serão construídas no município, 420 na área Quilombola, em convênio com o governo federal, através do programa Nacional de Habitação Rural, com recursos repassados pela Caixa Econômica Federal da ordem de R$ 13,3 milhões. As outras 40 unidades vêm sendo feita na sede e custa aos cofres públicos R$ 1 milhão.

    O programa das casas populares visa também, a capacitação de mão de obras nas áreas de carpintaria, pedreiro, ferreiro, eletricista, como forma de preparar as pessoas para o mercado de trabalho.

    Com recursos da ordem de R$ 1 milhão, está sendo dada início a construção de duas quadras poliesportivas cobertas, uma na localidade de Salina e outra em Beira Rio.

    Também foi iniciada a construção de mais 25 mil metros de calçamento, contemplando ruas da sede e interior do município. O investimento é de R$ 2,167 milhões.

    Recursos permitem obras e melhorias na saúde

    Ainda com recursos do governo federal, através do Ministério do Turismo, da ordem de R$ 518 mil, a prefeitura de Nordestina está iniciando as obras da Praça com Equipamento no Povoado de Beira Rio.

    O empreendimento contará com dois quiosques com lanchonetes, parque infantil, mesas em concreto, 16 bancos de ferro com madeira, moderno sistema de iluminação pública, com seis postes, piso intertravado colorido, duas rampas e nove lixeiras. A comunidade recebe ainda, calçamento.

    O prefeito Ito Araújo informou também, que no mês de junho a secretaria de Educação repassou aos professores com 40 horas, R$ 1.400,00 e 20 horas R$ 700,00 recursos esses sobra do ano passado.

    O município conta com três creches, Mãe Edite (280 crianças), Tia Daria (420) e Tanque Bonito (336). Também foi implantado o programa Mais Educação no município e a merenda escolar servida aos alunos é tida como referência na região.

    Concluindo Ito Araújo informou que no mês de maio, a comunidade já foi contemplada com a inauguração do Mercado de Carnes, com 30 Box, a reforma das Praças da Igreja Matriz e Vital Guimarães, academia de saúde, sede para os agentes comunitários, novo cemitério com 4,8 mil metros quadrados, 20 mil metros de calçamento e a Farmácia da Bahia.

    O setor da saúde ganhou os seguintes profissionais: cardiologista, pediatra, oftalmologista entre outras especialidades. “Mesmo com os poucos recursos que o município recebe, procuramos fazer o melhor pelos nossos munícipes”, relata o prefeito, lembrando que estão em fase final de conclusão, as obras da quadra poliesportiva na área das casas populares e a Praça de Eventos.

    Por: Pedro Oliveira (Tribuna da Bahia – Da Sucursal Regional do Sisal em Coité)